O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Câmara de Itabirito aprova projeto para construção de 10 leitos de UTI

O projeto ainda deverá passar pela segunda discussão e encaminhado para redação final.

Rômulo Soares 23 de novembro de 2021 às 20:37
Tempo de leitura
2 min
Foto: Ascom
Foto: Ascom

Na reunião extraordinária da Câmara de Itabirito ocorrida na última quinta-feira, 18 de novembro, os parlamentares trataram sobre a construção de 10 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital São Vicente de Paulo. O projeto foi aprovado por unanimidade em primeira discussão.

O documento prevê que o Município arque com 80% dos recursos financeiros para a viabilização da construção estrutural e com 86% dos leitos após a finalização da construção, devido ao baixo valor estimado com a receita de convênios. Outros 20% da estrutura será responsabilidade de iniciativa privada, assim como 14% para a manutenção dos leitos, mesmo se tratando de uma responsabilidade da Prefeitura de Itabirito


No entanto, até o momento, nenhuma empresa assinou com a Prefeitura Municipal. Se em 180 dias não houver interesse por parte de empresas, o Município terá que arcar com a totalidade dos recursos necessários.

Estiveram presentes na reunião extraordinária o secretário de Saúde, Marco Antônio Felix — que também é diretor técnico do Hospital São Vicente de Paulo, e a secretária de Planejamento Econômico, Débora Aguiar. Segundo Marco, os leitos de UTI não serão destinados exclusivamente para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), podendo incluir o cidadão que tem um plano de saúde. Ainda de acordo com o secretário, a lista para utilização dos leitos será de acordo com a necessidade, e não se o paciente é usuário de plano de saúde, particular ou SUS. 

Questionado sobre a possibilidade da construção de um hospital municipal, Marco disse que se trata de uma obra bem mais cara e que a construção das UTI’s é de urgência imediata. O secretário de Saúde ainda esclareceu que os leitos de UTI não podem ser construídas na UPA de Itabirito, porque se trata de uma necessidade de uma área hospitalar.

O projeto ainda deverá passar pela segunda discussão e encaminhado para redação final. Depois disso, o documento segue para a sanção ou veto do prefeito Orlando Caldeira (Cidadania).

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber as principais notícias veiculadas no nosso site em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.