O que você procura?


Primeiro caso de coronavírus é confirmado por teste rápido em Itabirito

Elis Bohrer 6 de maio de 2020 às 00:03
Tempo de leitura
3 min

Um idoso de 76 anos testou positivo, em um teste rápido, para o coronavírus em Itabirito, região Metropolitana de Belo Horizonte. O anúncio foi dado pelo prefeito Orlando Caldeira por transmissão ao vivo realizada através do Facebook oficial da Prefeitura. Na ocasião, estavam ao lado do prefeito o infectologista Marcelo Campos, seu vice, Elio da Mata, e o secretário municipal de Saúde, Marco Antônio Félix.

Doutor Marcelo Campos acredita em três hipóteses para o caso: “Estes fatos nos permitem três hipóteses, a primeira é que ele já saiu daqui de Itabirito com Covid, é uma hipótese que parece pouco provável porque ele colheu o exame que é o padrão aqui que negativo, é um teste muito mais confiável do que um teste rápido e ele tinha uma razão para explicar a falta de ar que era o infarto, a segunda hipótese é que ele tenha se contaminado por estar junto com outros pacientes de Covid, numa ala de Covid e isso não é nenhuma acusação ou desqualificação do serviço, isso é simplesmente um dado estatístico sabidamente em situações de pandemia o serviço de saúde se torna focos de disseminação das doenças infecciosas , é uma coisa de se esperar, não cabe desqualificar o trabalho das pessoas que estão tão corajosamente atendendo essas pessoas. A terceira hipótese é que como é um teste rápido seja um falso-positivo”, disse o infectologista.

Segundo Marcelo, o homem sentiu-se mal no dia 22 de abril, no dia 24, dois dias depois, procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) alegando estar sentindo pressão no peito e falta de ar. Um eletrocardiograma foi realizado no paciente que diagnosticou que ele estava sofrendo um infarto agudo do miocárdio por pelo menos 24h, o que causou também edema agudo de pulmão.

O paciente contou aos profissionais da saúde que não sentia nada e que de repente passou mal. No dia 24 de abril foi recolhida uma amostra de sangue do idoso. A amostra foi usada para testar o coronavírus, e o exame deu negativo. No dia 25 de abril o senhor apresentou uma piora no quatro clínico, passou pelo procedimento de entubação e começou a respirar com a ajuda de um respirador na UPA, onde permaneceu até o o dia 28 de abril, data em que foi transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte.

Ao chegar na Santa Casa o paciente foi colocado em uma área especial para pessoas que contraíram a Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Na tarde de hoje (5), o médico responsável pela CTI em que se encontra o paciente itabiritense informou a um familiar que ele testou positivo para a Covid-19 por meio de teste rápido. A Secretaria de Saúde de Itabirito ainda não possui o laudo do exame que positivou o vírus no idoso e permanece acreditando no resultado do PCR, que negativou a doença.

De acordo com o informe epidemiológico divulgado hoje (5), há 73 casos suspeitos para o coronavírus em Itabirito, e um caso provável/confirmado, 454 casos foram descartados e excluídos.

Leia também: Segundo pesquisadores da UFMG, novo coronavírus contaminou bacias do Ribeirão Arrudas e do Onça, em BH.

LEIA TAMBÉM:  Ouro Preto vacina jovens de 20 anos ou mais nesta sexta-feira