Justiça do Trabalho atualiza valor da dívida do Cruzeiro com zagueiro Dedé

Por Davi Guimarães
0 comment

O ex-zagueiro conseguiu, na última semana, aumentar o valor do débito do Cruzeiro com o atleta em mais de 3 milhões via Justiça do Trabalho. A informação inicial foi confirmada pelo GE, onde o zagueiro cobra valores não recebidos de salário, premiações e direito de imagem.

Justiça do Trabalho atualiza valor da dívida do Cruzeiro com zagueiro Dedé
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro E.C.

Em 2021, Dedé acionou o Cruzeiro na justiça cobrando cerca de R$ 35 milhões em dívidas trabalhistas, mas um acordo entre as partes reduziu o débito para R$ 16 mihões à serem pagas em 60 parcelas, até 2026. Como o acordo não foi respeitado, o zagueiro solicitou a atualização da dívida pela justiça.

No ano seguinte, em 2022, Dedé solicitou a inclusão da dívida na Sociedade Anônima do Futebol e foi negado. O argumento é que não há nenhuma relação entre a SAF e as antigas dívidas da associação.

Agora, em recuperação judicial, o pedido de Dedé foi incluído na planilha de gastos do clube, ou seja, o atleta vai receber, mas vai demorar.

Dedé no Cruzeiro

Dedé permaneceu na Toca da Raposa II por 7 anos, atuando em 181 partidas e conquistando 7 títulos: 2 Brasileiros (2013 e 2014), 2 Copas do Brasil (2017, 2018) e 3 campeonatos estaduais (2014, 2018 e 2019).

Dedé comemora o título de Campeão Mineiro de 2019 ao lado de Léo. Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Após o rebaixamento do Cruzeiro, Dedé passou um longo período sem atuar, retornando aos gramados apenas em 2022, onde atuou apenas 2 vezes com a camisa da Ponte Preta.

Em 2023, acertou com o Athletico Paranaense, atuando apenas em 1 partida oficial e encerrando sua carreira como atleta profissional no mesmo ano.

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS