The news is by your side.

Kalil determina a contratação de 500 cobradores de ônibus em Belo Horizonte

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, determinou que as empresas de ônibus contratem 500 novos cobradores imediatamente. Todos os cobradores devem ser contratados até o fim de setembro, de maneira definitiva e sem desvio de função. A nota foi publicada no site da prefeitura de Belo Horizonte, nesta última terça-feira (27).

A decisão veio após reunião convocada nesta terça, em que participaram o secretário municipal de Fazenda, Fuad Noman, o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Josué Valadão, o diretor-presidente da BHTrans, Célio Bouzada, o diretor de Transporte Público, Daniel Couto, e representantes do Setra-BH. O prefeito Kalil ainda informou que equipes da administração do município irão monitorar as contratações.

Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) informou que vai acatar a determinação do prefeito Alexandre Kalil de contratar 500 novos agentes de bordo, até o final de setembro.

Ausência de cobradores

A prefeitura de BH se posicionou outras vezes contra a falta dos cobradores nos ônibus e já aplicou em torno de 5.098 multas no valor de R$ 688,51, em seis meses, devido a falta dos agentes. Em 2018, Kalil já deu um recado sobre o tema em seu Twitter, afirmando que as empresas de ônibus fazem o que querem.

O número de reclamações por falta dos cobradores no primeiro semestre de 2019 já supera o do ano passado inteiro. Em 2018 foram 900 registros de reclamações. Já neste ano foram 991 casos.

A ausência de cobradores nos ônibus coletivos da capital mineira é proibida entre os horários de 5h e 20h30, de acordo com a Lei Municipal 10.526 de 2012. Entretanto, estima-se que houveram pelo menos cinco mil demissões de cobradores entre o ano passado e este ano em BH. A falta dos agentes de bordo também já chegou ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais, através de uma ação civil pública pedindo que as pessoas cumpram com a obrigatoriedade da presença destes profissionais em horários determinados.

Veja também: Empresas de ônibus lançam aplicativo para recarga em Belo Horizonte