Mais Minas entrevista Angelo Oswaldo e Regina Braga, candidatos a prefeito e vice de Ouro Preto

A sabatina com os candidatos à prefeitura de Ouro Preto iniciou na última segunda-feira (12) com as participações de Angelo Oswaldo e Regina, candidatos a prefeito e vice, respectivamente, pela coligação Viva Ouro Preto, composta pelos partidos PV, Republicanos, PL, PCdoB, Rede e PSB.

Com um extenso currículo político, sendo prefeito por três vez de Ouro Preto (1993-1996; 2005-2008 e 2009-2012), Secretário de Estado de Cultura no governo de Fernando Pimentel, ministro da Cultura, além de já ter presidido o IPHAN e Ibran, Angelo foi questionado, se na atual conjuntura política do país, principalmente por parte do eleitorado que rejeição à politica tradicional, ou a chamada “velha política”, Angelo afirma que há uma rejeição à política, e ao mesmo tempo uma necessidade imperiosa de se praticar e entender a política.

Eu digo sempre que se nós vemos um padre que foi criticado por uma falha no seu ministério, e nós temos tantos hoje. O Papa Francisco fez até para sanear várias vertentes da Igreja Católica com relação ao comportamento do clero. Nós vemos também muitas críticas a pastores evangélicos que foram flagrados em situações irregulares, vamos dizer assim, e ninguém perdeu a fé, ninguém ficou contra Deus, ninguém abjurou a religião… A política é a mesma coisa, a política é uma atividade humana, portanto ela está condicionada pela nossa condição humana, ‘é o homem e a sua circunstância’. A política é a nossa circunstância. Nós temos momento em que a política está em alta, e momento em que há uma depreciação da atividade política. Nós temos que valorizar a política, porque sem ela nós não praticamos a democracia, nós não construímos a república, nós não alcançamos os valores desejados, e nós ficaremos sujeitos exatamente a aquelas pessoas que manipulando a política por elas próprias estarem contribuindo para a desmoralização da atividade política, elas acabarão beneficiadas pelo descrédito que elas geram e que depois recaem sobre pessoas que tem boa fé e querem na verdade contribuir para uma grande transformação, que é o caso da Regina, e que é o meu caso.

ÂNGELO OSWALDO

A candidata a vice-prefeita de Ouro Preto, que é vereadora da cidade desde o ano de 2001, com passagens na lideranças de secretarias como Administração, Governo e Desenvolvimento Social, também comentou a respeito da negação da política.

Nós não podemos, por causa dos maus políticos, nos distanciarmos da política, da boa política, dos bons políticos. A política é importante. Tudo passa pela política. Se queremos uma educação de qualidade, uma saúde melhor, mais saúde, mais emprego, qualidade de vida. Tudo passa pela política, pela boa política. Então, lamentavelmente, por conta dos maus políticos, a política está ficando desacreditada, aonde então a cada eleição, o número de votos brancos, nulos, ou de abstenção, tem aumentado, e isso não é bom. A democracia é importante. Feliz a nação cujo povo pode escolher seus governantes… Que bom que podemos escolher.

Regina Braga

Durante a entrevista, promovida pela equipe do Mais Minas, os candidatos responderam sobre assuntos como o abastecimento de água e Saneouro, falta de medicamentos, dependência financeira do município das atividades econômicas, presença de cargos comissionados da prefeitura, entre outros temas relevantes que ajudarão na escolha dos eleitores pelos seus representantes nos próximos quatro anos.

Assista a íntegra da entrevista:

Deixe seu comentário