Mesmo com chuva, a banda Vilodum agitou os foliões com muito axé no Palco do Cinema do carnaval de Ouro Preto

0 comment

O Carnaval Patrimônio 2020 de Ouro Preto teve continuação no último sábado (22), trazendo mais música baiana para o Palco Largo do Cinema com a banda Vilodum, que agitou os foliões com muito axé e versões de músicas pop.

Com um repertório recheado de músicas baianas, a Vilodum trouxe o melhor dos hits tradicionais de carnaval, como Ara Keto e Beija Flor. Com um instrumento harmônico, dois de sopro, duas vozes e seis instrumentos de percussão, a banda ouro-pretana fez com que um grande público espantasse a chuva e dançasse com muita energia.

Sobre a música baiana ter sido um estilo musical tão presente no carnaval de Ouro Preto, Breno Henrique Matias, vocalista do Vilodum, comentou sobre a relação entre a cidade histórica mineira e o estado nordestino.

“Se nós pensarmos a questão histórica, percebemos que é algo intrínseco entre as duas cidades. Mas a Bahia pegou muito mais essa musicalidade, porém ultimamente, Ouro Preto também tem trabalhado mais essa questão da música rítmica. Então a Vilodum chega para ser mais um reforço”, comentou Breno.

A Vilodum, anteriormente, era um bloco nascido na Vila Operária, em Ouro Preto, com inspiração no Olodum da Bahia. Com o sucesso do bloco, decidiram então montar a banda com 11 integrantes, incluindo instrumentos de metal, muita percussão, guitarra, bateria, baixo e dois vocais.

O Palco Largo do Cinema também contou com apresentações de blocos, da bateria da escola de samba Princesa Isabel e da Unidos do Padre Faria, além do show do grupo Amigos do Samba e da DJ Lysa Menezes.

Veja também: Bloco do Caixão e Blocos Caricatos marcaram tarde de sábado em Ouro Preto

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS