Minas Gerais registra primeira morte por dengue em 2020

Foi confirmado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) a primeira morte por dengue em 2020 no estado de Minas Gerais. A vítima era um morador de Medina, localizada no Vale do Jequitinhonha.

Além dessa morte já confirmada, outras 10 estão sendo investigadas e o resultados dos exames para comprovar a causa dos óbitos deve ser divulgado na próxima semana. Essas mortes foram registradas nas cidades de Joaíma (Vale do Jequitinhonha), Além Paraíba (Zona da Mata), Bom Despacho (Centro-Oeste), Cássia (Sul), Taparuba (Zona da Mata) e Uberaba (Triângulo Mineiro), além de Campo Belo (Centro-Oeste) e duas em Iturama (Triângulo Mineiro).

Ainda de acordo com a Secretaria, o número de casos suspeitos subiu de 13.178 para 20.381, do dia 17 de fevereiro para a última terça-feira (4), apresentando uma média de mais de 600 infecções por dia.

Além disso, ainda segundo a SES, 45 municípios foram caracterizados com incidência muito alta para dengue e 25 em categoria alta. As regiões com maiores incidências são Triângulo Mineiro, Zona da Mata, Vale do Jequitinhonha, Central e Centro-Oeste.

Clique aqui e confira a Tabela de Casos Prováveis de Dengue por município em 2020 divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES)

Medidas de Prevenção 

Como não há vacina ou droga antiviral que combata a doença, o único modo de se prevenir a dengue é combatendo o mosquito Aedes aegypti. Veja algumas dicas de cuidados e prevenção:

  1. Mantenha sempre tampado caixas, tonéis e barris de água
  2. Coloque todo o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada
  3. Não jogue lixo em terrenos baldios
  4. Ao guardar garrafas vazias deixe sempre a boca virada para baixo
  5. Não deixe a água da chuva acumulada em laje ou telhado
  6. Preencha os pratinhos ou vasos de planta com areia
  7. Se tiver pneus velhos guardados certifique de retirar a água acumulada de dentro dele e mantenha-os em locais cobertos
  8. Realize uma limpeza frequente nas calhas

Zika e Chikungunya

Ambas são doenças causadas por um vírus, transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti e muitas vezes se confundem com a dengue. Veja os sintomas:

Chikungunya
Febre alta (que dura de 7 a 10 dias).
Dor intensa nas articulações, com ou sem inchaço.
Dor de cabeça.
Manchas vermelhas na pele.

Zika
Manchas vermelhas na pele.
Olhos vermelhos.
Febre baixa ou ausência de febre.
Dor nas articulações, com ou sem inchaço.
Dor de cabeça.

Foi divulgado também os números de 2020 em relação a Febre Chikungunya, com 403 casos notificados e  130 casos prováveis do Zika, sendo 18 gestantes.

Comentários estão fechados.