O que você procura?

Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Barragem da Vale tem nível de emergência encerrado, em Congonhas

De acordo com a mineradora, a estrutura é monitorada permanentemente pelo Centro de Monitoramento Geotécnico (CMG) e recebe inspeções regulares de equipes internas e externas.
Rômulo Soares 16 de dezembro de 2021 às 12:21
Tempo de leitura
2 min
Foto: Divulgação / Vale
Foto: Divulgação / Vale

A barragem Marés I, da Mina da Fábrica, localizada em Congonhas, teve o seu nível 1 de emergência encerrado nessa quarta-feira, 15 de dezembro. A estrutura foi construída em etapa única, com solo compactado e passou por melhorias neste ano. De acordo com a Vale, dona da barragem, dados e análises da barragem comprovaram fatores de segurança superiores aos exigidos pelas normas vigentes e capacidade de amortecimento de cheias com garantia de borda livre satisfatória, resultando na emissão de Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) positiva por auditoria externa.

O nível 1 significa que uma anomalia foi detectada, mas não há necessidade de retirada de pessoas vizinhas à estrutura. Segundo a Vale, a ação foi comunicada aos órgãos competentes, conforme diretrizes estabelecidas no Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM) e na legislação brasileira, incluindo a Agência Nacional de Mineração (ANM) e a auditoria técnica do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Ainda de acordo com a Vale, a estrutura é monitorada permanentemente pelo Centro de Monitoramento Geotécnico (CMG) e recebe inspeções regulares de equipes internas e externas. Por fim, a mineradora disse que segue empenhada no atendimento às melhores práticas internacionais de engenharia, tendo como foco, sempre, a segurança de trabalhadores e comunidades vizinhas à barragem.


No início do mês a barragem Forquilha VI, da Mina Fábrica, em Ouro Preto, teve seu nível de alerta encerrado e a Norte Laranjeiras, em Barão de Cocais, teve seu nível de emergência reduzido de 2 para 1. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.