Coronavírus: número de mortes cresce em Minas Gerais, chegando a 21 nas últimas 24h

0 comment

Minas Gerais registrou 21 óbitos tendo o coronavírus (COVID-19) como causa em 24 horas. A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgou, na manhã desta terça-feira (16), mais um Informe Epidemiológico detalhando a situação do COVID-19 no estado.

Até o momento foram 22.024 casos confirmados*. Estão em acompanhamento** 9.696 casos e são 11.826 casos recuperados***. Até o momento, foram confirmados 502 óbitos.

*Total de casos confirmados: soma dos casos confirmados, que não evoluíram para óbito e dos óbitos confirmados por COVID-19.
**Casos em acompanhamento: Casos confirmados de COVID-19, que não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios.
***Casos recuperados: casos confirmados de COVID-19 que receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de 14 dias sem intercorrências.
Até o momento, 575 municípios mineiros possuem casos confirmados, sendo Belo Horizonte a cidade mais afetada, com 3.412 casos e 76 óbitos, o que é esperado, visto que é a maior do estado.
Dentre os casos confirmados, em Minas Gerais, 11.767 são do sexo masculino, representando 55%, e 9.755 são do sexo feminino, representando 45% dos casos. Além disso, 2.968 casos apresentam comorbidade e 4.271 não possuem.
Já o número de municípios com óbitos confirmados chegou a 153, tendo o coronavírus uma taxa de letalidade de 2,3% no estado, até então. São 273 mortes do gênero masculino (54%) e 229 do feminino (46%).
E ainda sobre os casos confirmados de coronavírus em Minas Gerais, 2.789 estão internados e 10.401 estão em isolamento domiciliar.

Mortes por coronavírus em Minas Gerais

A SES-MG divulgou um quadro com informações sobre todos os óbitos que tiveram o coronavírus como causa confirmada em Minas Gerais. Para baixá-lo, clique aqui .
Dentre os 502 óbitos confirmados tendo o coronavírus como causa, apenas 38 vítimas não apresentavam nenhum fator de risco e uma tem o histórico de saúde em investigação. Portanto, de acordo com o Informe Epidemiológico, 84% dos óbitos tinham comorbidade* presente. Além disso, entre as vítimas fatais, 366 eram pessoas com 60 anos ou mais, o que representa 73% do número total.
*Comorbidade é e a ocorrência de duas ou mais doenças relacionadas no mesmo paciente e ao mesmo tempo.
Veja o boletim informativo do coronavírus atualizado:
Boletim_Epidemiologico_COVID-19_16.06.2020
Veja também: Laboratório chinês aponta 90% de eficácia nos testes de vacina contra coronavírus

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS