18.4 C
Belo Horizonte
quarta-feira, 7 dezembro 2022

Renova Excursão

Sem-teto espancado por marido traído no DF surpreende com romantismo e se define como ‘amante das mulheres’

O Brasil, definitivamente, não é para amadores! Nas últimas semanas, o caso envolvendo um morador de rua e um casal chocou o país, por conta de todas as suas nuances. Pela primeira vez após o ocorrido, o sem-teto se pronunciou.

Câmeras de segurança flagraram, no dia 9 de março, um homem descontrolado nas ruas de Planaltina-DF, arrombando um carro e espancando um dos integrantes do veículo. O motivo: Eduardo Alves, 31, personal trainer, flagrou sua esposa transando com Givaldo Alves, morador de rua, de 48 anos.

As nuances da história já são chocantes por si só, ainda mais quando versões dão conta de que a moça se entregou ao homem por, segundo ela, ter “visto Deus” em sua face.

O resultado foi trágico: Eduardo Alves espancou Givaldo, que teve graves lesões. O personal e sua esposa, por sua vez, também tiveram consequências complicadas, como a exposição da vida pessoal enquanto casal.

+Para além de ‘Pantanal’: relembre três novelas icônicas da TV Manchete

De volta aos holofotes

Nessa quarta-feira (24), o portal Metrópoles publicou uma entrevista exclusiva com Givaldo Alves, que deu sua versão da história. O morador de rua comentou que foi convidado pela mulher para “namorar”, após tê-la ajudado a se safar de um acidente de carro.

Ao longo da conversa, o sem-teto não poupou elogios à mulher com quem se relacionou. Esbanjando romantismo, ele a definiu com expressões como “maravilhosa”, “mulher perfeita”, “voz doce” e “pele macia e quente”.

Com muitos detalhes, Givaldo descreveu como foi a cena da relação sexual entre os dois. Tamanho detalhamento não passou batido pela internet, que logo transformou a situação em memes.

Amante das mulheres

Dono de uma boa oratória, Givaldo não poupou elogios às mulheres, demonstrando delicadeza e muito carinho. Em especial, uma declaração específica chamou a atenção.

“Sou um homem amante das mulheres. Eu com certeza sei que delas viemos, pra elas vivemos, com elas sofremos e depois morremos. Se for ruim com elas, vai ser muito pior sem. No caso dela foi maravilhoso. Só que a dor é uma coisa que só grudar a cada vez porque uma coisa está associada dor ao prazer. Quero dar parabéns, você realmente é a mulher que faria qualquer homem, amante das mulheres, feliz”.

Visão de mundo

Na entrevista ao Métropoles, Givaldo Alves deu alguns indícios sobre seus gostos pessoais e sua noção nacional. O sem-teto se declarou fã de literatura e até comentou a situação política do país, revelando que votou e irá novamente votar em Jair Bolsonaro para presidente.

“Nosso presidente que eu votei. Deixando bem claro que só votei no senhor por causa da facada e por ser do exército. Eu ponderei em um bar, que se ele não arrumar o Brasil, porque tínhamos aquela coisa da lava-jato, e eu já estava votando no outro partido há muito tempo (…) Votei com muito orgulho e votarei de novo”.

O personagem da situação comentou também sobre a situação do mundo, que atravessa a pandemia do coronavírus e a guerra envolvendo Rússia e Ucrânia. Em homenagem a todas essas vitimas, ele solicitou uma minuto de silêncio.

“Primeiramente, quero pedir.. o mundo está em um conflito tão grande. Eu pensava que a terceira guerra mundial seriam aquelas geleiras do Polo Norte se deslocando, devido o aquecimento, uma coisa irreversível, apesar da luta das Nações Unidas, porque só aumenta. Aí veio esse negócio da Covid, e agora a guerra, levando milhares de nossos. Eu gostaria de oferecer um minuto de silêncio”.

A entrevista repercutiu no Brasil inteiro durante o dia. No canal do Metrópoles no Youtube, o vídeo já passa de 2 milhões de visualizações.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: