Nas quartas, Holanda e Argentina reeditam confrontos históricos da Copa do Mundo; relembre

por Lucas Barbosa

Alguns embates entre seleções na história da Copa do Mundo se repetem ao longo dos anos, em fases decisivas e, por isso, acabam ganhando contornos especiais de rivalidade. Esse é o caso do duelo entre Holanda e Argentina, que já aconteceu cinco vezes em Mundiais e irá ocorrer novamente no Catar.

Nas quartas, Holanda e Argentina reeditam confrontos históricos da Copa do Mundo; relembre
Último encontro foi em 2014 - Foto: FIFA

O retrospecto é extremamente equilibrado, com duas vitórias para cada lado e um empate. Os argentinos, porém, podem se gabar de que um de seus triunfos foi numa final, e valeu o primeiro título mundial da Albiceleste. O reecontro será na próxima sexta-feira (09), às 16h, pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2022.

1974  – Holanda 4×0 Argentina

A Holanda foi o grande time da Copa de 74, mesmo não tendo sido a campeã, derrotada para a anfitriã Alemanha na finalíssima. O time liderado por Johan Cruyff fez história e teve uma jornada espetacular, eliminando, inclusive, o Brasil, que era o atual dono da taça. Durante a trajetória, uma das vítimas foi a Argentina, que perdeu por 4 a 0 para o Carrossel Holandês, em jogo da fase de grupos. Os gols europeus foram de Cruyff, duas vezes, e Ruud Krol e Johnny Rep.

Baile holandês em 74
Baile holandês em 74 – Foto: FIFA

1978 – Argentina 3×1 Holanda

Quatro anos depois, o troco dos hermanos. Em uma das Copas mais polêmicas de todos os tempos, que aconteceu na Argentina durante o regime ditatorial militar do país, a equipe dona da casa foi campeã, a trancos e barrancos e sob a batuta do craque Mário Alberto Kempes.

A final terminou empatada no tempo regulamentar em 1 a 1, com gols de Kempes e Nanninga. Mas na prorrogação, mais uma vez, a Holanda viu o sonho do título escapar pelos dedos, pois a Argentina fez dois gols, com Kempes e Bertoni, vencendo por 3 a 1 e se tornando a grande campeã.

1998 – Holanda 2×1 Argentina

No Mundial da França, holandeses e argentinos realizaram um dos mais famosos jogos de Copa do Mundo da contemporaneidade. O gramado do estádio Velodrome, em Marselha, mais parecia um céu, com tantas estrelas presentes. Do lado laranja, Bergkamp, Seedorf, Van der Sar e Kluivert. Pelo escrete azul e branco, Zanetti, Veron, Simeone e Batistuta.

A partida foi equilibrada, e caminha para ser decidida na prorrogação, assim como a final entre os países 20 anos atrás. A Holanda abriu o placar com Kluivert, no início do primeiro tempo, mas não demorou muito para o empate da Argentina, que saiu com Cláudio López. No entanto, o melhor jogador presente na partida foi decisivo. Aos 45 minutos do segundo tempo, surgiu Dennis Bergkamp, marcando um golaço histórico, que entrou para a eternidade das Copas e botou a Holanda na fase seguinte.

Bergkamp e um dos maiores gols da história -
Bergkamp e um dos maiores gols da história – Foto: FIFA

2006 – Holanda 0x0 Argentina

O duelo de menor repercussão aconteceu em 2006, na Copa do Mundo da Alemanha. Já classificadas para o mata-mata, as seleções mediram forças na última rodada da fase de grupos e não saíram do 0 a 0.

Duelo foi carente de jogadas criativa
Duelo foi carente de jogadas criativas – Foto: FIFA

2014 – Argentina 0 (4)x(2) 0 Holanda

Oito anos depois, um novo empate rondou o duelo. Porém, na ocasião, o Itaquerão sediou uma grande partida, válida pela semifinal do Mundial do Brasil. Apesar do 0 a 0, as equipes protagonizaram um embate eletrizante que só foi resolvido nos pênaltis, com triunfo dos hermanos.

Goleiro Romero foi o herói argentino
Goleiro Romero foi o herói argentino – Foto: FIFA

O reencontro entre os rivais volta a prometer equilíbrio. A Holanda está invicta na Copa do Mundo, com três vitórias e um empate, e aposta num jogo pragmático, baseado em uma forte defesa e um talentoso ataque. Já a Argentina, que se recuperou após derrota na estreia, joga todas as fichas em Lionel Messi e em um estilo de jogo que proporciona conforto para que o gênio da camisa 10 possa resolver.

Confira as cotações da Betano para o jogo e para o título: 

  • Vitória da Holanda: 3.85 
  • Vitória da Argentina: 2.20 
  • Holanda campeã: 18.0 
  • Argentina campeã: 6.0 

ARTIGOS RELACIONADOS