Netflix cria categoria dedicada ao movimento ‘Black Lives Matter’ com produções sobre racismo

A Netflix decidiu ajudar o movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam, em português) promovendo uma nova categoria dedicada a ele. A gigante do streaming incluirá cerca de 45 títulos nessa nova categoria, divididos entre filmes, séries de TV e documentários, sobre injustiça racial e os tristes eventos de protagonistas afro-americanos.

Entre esses conteúdos, obviamente, estará o novo e antecipado filme de Spike Lee, “Destacamento Blood”, filme de Spike Lee que conta a história de quatro veteranos de guerra afro-americanos que voltam ao Vietnã à procura dos restos mortais de seu comandante e de um tesouro enterrado. A nova produção estreia nesta sexta-feira (12).

Confira todas as produções já disponíveis até o momento:

“Olhos que Condenam”;

“A Vida e História de Madam C.J. Walker”;

“Pose”;

“Orange is the new Black”;

“Moonlight: Sob a Luz do luar”;

“Dias sem Fim”; “

Homecoming, a film by Beyoncé”;

“Cara Gente Branca”;

“Minha História”;

“Ela Quer Tudo”;

“What Happened, Miss Simone”;

“A 13ª Emenda”;

“A Gente se vê Ontem”;

“Oprah apresenta: Olhos que Condenam”;

“ReMasterede: O Diabo na Encruzilhada”;

“Quem Matou Malcolm X?”;

“Luke Cage”;

“Seven Seconds”;

“American Son”;

“ReMatered: Who Shot The Sheriff?”;

“Sonhos Imperiais”;

“O DNA da Justiça”;

“Um Crime Americano”;

“Barry”;

“#blackAF”;

“Quincy”;

“Zion: A Força de um Lutador”;

“Ela quer tudo”;

“Rodney King”;

“Time: The Kalief Browder Story”;

“ReMastered: As Duas Faces de Sam Cooke”;

“O Pai da Black Music”;

“Bobby Kennedy para Presidente”;

“Strong Island”;

“ReMatered: Quem Matou Jam Master Jay?;

“O Rei Leão e o Músico Esquecido”;

“TW com Killer Mike”

Comentários estão fechados.