O que você procura?


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Homem suspeito de estelionato é preso pela Polícia Militar em Mariana-MG

Segundo a Polícia Militar, o suspeito usava a compra de voucher (vale que assegura um crédito para futuras despesas com mercadorias ou serviços) em uma empresa de transporte urbano da região para aplicar o estelionato.

Redação Mais Minas 27 de outubro de 2021 às 12:54
Tempo de leitura
1 min
Foto: Polícia Militar de Mariana/Facebook
Foto: Polícia Militar de Mariana/Facebook

Um homem de 22 anos foi preso pela Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) sob suspeita de aplicar golpes por meio de compras de voucher na Região dos Inconfidentes. A prisão se deu após a PM receber denúncia na última segunda-feira, 25 de outubro.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito usava a compra de voucher (vale que assegura um crédito para futuras despesas com mercadorias ou serviços) em uma empresa de transporte urbano da região para aplicar o estelionato.

Ainda na segunda-feira, por volta das 17h, o indivíduo foi localizado e, de acordo com a PM, ele confirmou que estaria praticando golpes utilizando documentos falsificados e cartões de créditos adquiridos a partir destes documentos, informados na aquisição dos vouchers.


Na residência dele, os policiais fizeram buscas e apreenderam: um noteebook, 20 cartões de banco, cinco máquinas de cartão, quatro celulares e dois discos rígidos de computador.

O autor, que tem 22 anos, foi preso e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de plantão, onde foram entregues os materiais apreendidos pela Polícia Militar.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.