O que você procura?


Carro da Saneouro é incendiado no bairro Pocinho, em Ouro Preto

Segundo o Comitê Sanitário de Defesa Popular de Ouro Preto, Mariana e região, se trata de um ato de revolta contra os altos preços da tarifa de água que serão cobrados na cidade.

Rômulo Soares 30 de setembro de 2021 às 17:52
Tempo de leitura
3 min
Foto: Facebook/Comitê Sanitário de Defesa Popular de Ouro Preto, Mariana e região
Foto: Facebook/Comitê Sanitário de Defesa Popular de Ouro Preto, Mariana e região

Um carro da Saneouro foi queimado no bairro Pocinho, em Ouro Preto, na última terça-feira, 28 de setembro. A Saneouro informou que não houve vítimas e lamentou o ocorrido: “Qualquer tipo de violência e um ato criminoso, como esse, deve ser repudiado por toda a sociedade”, disse a empresa, em nota.

Segundo publicação da página do Comitê Sanitário de Defesa Popular de Ouro Preto, Mariana e região, no Facebook, o ato é fruto de revolta da população contra os altos preços da tarifa de água que serão cobrados na cidade.

Veja o vídeo do incêndio:

Vídeo: Reprodução/Comitê Sanitário de Defesa Popular de Ouro Preto, Mariana e região

O carro incendiado é um Uno. Veja fotos do veículo após o incêndio publicadas na página do Comitê:

LEIA TAMBÉM:  Privatização da água em Ouro Preto: a luta popular e política contra a Saneouro

Na nota, a concessionária também comunicou que a identificação dos autores do incêndio estão sob responsabilidade do serviço de inteligência da polícia.

A redação do Mais Minas entrou em contato com a Polícia Militar, que informou apenas que o fato foi devidamente registrado e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil para a devida investigação.

“Fora Saneouro”

Desde que a Saneouro começou a entregar as simulações das tarifas de água nas casas de Ouro Preto, uma mobilização popular de grandes proporções começou a realizar uma série de ações pedindo a saída da empresa do município.

Além de vários protestos pela cidade, a Praça Tiradentes, localizada no centro da cidade, está ocupada há mais de 60 dias por membros da Ocupação Chico Rei, que carrega faixas escritas “Fora Saneouro”.

LEIA TAMBÉM:  Liga dos Blocos vende ingressos para o carnaval sem consultar Secretaria de Turismo de Ouro Preto

Na Câmara Municipal, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi instaurada para investigar a concessão da água em Ouro Preto. Até o momento, foram feitas 19 reuniões, com 16 oitivas, incluindo a do ex-prefeito, Júlio Pimenta, que era o gestor da cidade no momento da assinatura do contrato com a Saneouro.

A Saneouro tinha a expectativa de que a porcentagem mínima de imóveis “hidrometados” para começar efetivamente a cobrança, que é de 90%, fosse alcançada neste mês. Enquanto isso, uma parte da população alega que não tem condições de pagar tal conta — disponibilidade para a tarifa social é de apenas 5% e não comporta todo o público carente — e estão com diversas ações para tirar a empresa da cidade.

LEIA TAMBÉM:  Você sabia? Lavras Novas tem a tirolesa mais alta do Brasil
Última atualização em 30 de setembro de 2021 às 19:57