Aliado da Verdade!

Defesa Civil e CSN testam sirene em comunidade de Ouro Preto

A Comunidade de Mota, em Ouro Preto, participou na manhã desta terça (9), de um teste de sirene. A verificação foi realizada pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e a Defesa Civil. Segundo a mineradora, o objetivo do teste foi averiguar o alcance do som emitido pela sirene.

Os moradores não foram retirados do local, mas estavam cientes do teste. Conforme informado pela CSN, a comunidade e os trabalhadores da empresa foram avisados via panfletos e circulação de carros de som. A verificação também aconteceu dentro das mediações da empresa.

O teste foi executado para que, dessa forma, em caso de um rompimento, seja possível garantir segurança aos moradores e trabalhadores. A realização do teste faz parte do Plano de Emergência das barragens do Vigia e Auxiliar do Vigia.

 

Dívidas com a sociedade

Há três meses atrás, a prefeitura de Congonhas fechou temporariamente uma creche e uma escola. A explicação para o fato é que as duas instituições estavam localizadas perto de uma barragem de rejeitos da CSN. Portanto, nesta segunda-feira (8), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pediu à Justiça o bloqueio de R$ 20 milhões da empresa.

O intuito da solicitação é assegurar que a empresa vai arcar com o aluguel e a reforma de imóveis para realocar os alunos. Ao todo, 130 crianças de seis meses e 3 anos frequentavam o local que não foi reaberto até hoje. Além disso, a prefeitura informou que devido a escola ter sido fechada, 120 alunos tiveram que ser transferidos para outros institutos.

ERRATA: As barragens Forquilha I e II não pertencem à CSN.