O que você procura?


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Ouro Preto é cenário de filme da Amazon Prime Video

Um set de filmagem foi montado no Paço da Misericórdia, onde serão gravadas cenas dentro de uma sala de aula em uma escola cenográfica.

Rômulo Soares 18 de novembro de 2021 às 16:30
Tempo de leitura
5 min
Foto: Mais Minas
Foto: Mais Minas

Cidade Patrimônio Cultural da Humanidade, reconhecida pela UNESCO, Ouro Preto é um museu a céu aberto. Considerado como um dos lugares “berços de Minas”, turistas do mundo todo vão até o município conhecer suas belezas da arte barroca e sua extensa história.

Mas não só para receber visitas que as belezas de Ouro Preto são lembradas. A cidade já foi retratada em pinturas do renomado Alberto da Veiga Guignard, poema de Vinicius de Moraes e canções do Clube da Esquina. E não para por aí, o município também já foi cenário de diversas produções audiovisuais, tanto em novelas, reportagens, documentários, como em filmes.

Dessa forma, Ouro Preto será, mais uma vez, o cenário de um filme, que tem a produção da Amazon Prime Video. As filmagens começaram no dia 8 de novembro e vão até dezembro. A informação foi dada ao Mais Minas pelo ex-secretário de Turismo da cidade, Rodrigo Câmara, que atualmente é superintendente do circuito de museus, arquivos públicos e equipamentos culturais dentro do “Circuito Liberdade”, de Belo Horizonte, na Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais.


Um set de filmagem foi montado no Paço da Misericórdia, onde serão gravadas cenas dentro de uma sala de aula em uma escola cenográfica.

“Lá virou um ‘Projac’, está maravilhoso, com a equipe de figurino, de figurantes, maquiagem, o set de filmagem propriamente dito, uma escola cenográfica dentro do Paço da Misericórdia para as cenas que são gravadas dentro de uma sala de aula e vários outros pontos da cidade também foram alugados para poder servir como set para o filme”, contou Rodrigo Câmara.

O Paço da Misericórdia ainda está com o projeto preso pelo BNDES, por conta de um investimento para que lá se transforme no “Paço da Misericórdia e Mercado de Vila Rica”, que é um espaço voltado para arte e fazeres, onde as pessoas poderão ter um lugar de qualidade para oferecer seus produtos e serviços. Enquanto esse projeto não sai, o local recebe o set de filmagem para o filme da Amazon Prime Video.

Segundo Rodrigo Câmara, o Paço da Misericórdia estava muito sujo. Na última gestão ele foi ocupado para as secretarias de Governo e de Obras. O prédio tinha acabado de passar por um restauro de oito anos e acabou sendo prejudicado nas questões estruturais. “Quando você coloca uma Secretaria Administrativa dentro de um espaço que é voltado para arte, começa a danificar o lugar”, disse o superintendente do circuito de museus.

O filme será distribuído para vários países na Amazon Prime Video, o que traz a promoção da imagem de Ouro Preto. Além disso, a realização do longa na cidade trouxe algumas contrapartidas positivas para o município, como o restauro de obras de arte que estavam danificadas, pintura de capela, reposição de vidros e de janelas que estavam quebradas no Paço da Misericórdia.

Curiosidades

E ainda, há mais de 4 mil diárias de hospedagem em Ouro Preto. A produção tem alguns protocolos sanitários exigidos pela Amazon. É preciso que cada pessoa tenha uma suíte exclusiva.

Outra curiosidade é que um chefe específico de São Paulo foi até Ouro Preto para explicar aos fornecedores do serviço de alimentação do filme como funciona a manipulação de alimentos. Ele veio junto de um nutricionista para desenvolver toda a refeição para as pessoas envolvidas no filme.

Enredo

O filme possui um enredo bem leve, uma espécie de caso de amor para adolescente. Conta a história de um casal, que inicia seu romance porque a mulher tem dificuldade em matemática. Os personagens são de uma família negra que mora na cidade.

Rodrigo Câmara contou que há atores famosos no filme, porém evitou a divulgação de nomes, para que pessoas não vão até os sets de filmagem e acabe atrapalhando as gravações. O título do longa também não pôde ser divulgado.

Filmes gravados em Ouro Preto

Ouro Preto já foi cenário de filmes como:

  • Rebelião em Vila Rica (1958);
  • Enigma para Demônios (1975) – venceu o prêmio APCA de melhor fotografia e marcou a estreia de José Mayer no cinema;
  • Mônica e Cebolinha – No Mundo de Romeu e Julieta (1979);
  • Luar sobre Parador (1988) – filme estadunidense indicado ao Globo de Ouro nas categorias de melhor ator coadjuvante (Raul Julia) e melhor atriz coadjuvante (Sônia Braga);
  • Tiradentes (1999) – foi um dos vencedores do prêmio Resgate do Cinema Brasileiro, promovido pelo Ministério da Cultura;
  • Vinho de Rosas (2005);
  • Sonhos e Desejos (2006) – venceu o Festival de Gramado nas categorias de melhor atriz (Mel Lisboa) e melhor direção de arte (Oswaldo Lioi);
  • “Filhos de Bach” (2016);
  • Brasil Animado (2016);
  • “Arábia” (2018) – venceu quatro prêmios no Festival de Brasília e Troféu APCA;
  • Chico Rei (2020).

Novelas

Há 50 anos, Ouro Preto foi cenário dos primeiros capítulos da novela “Minha Doce Namoradinha”, exibida pela Globo. Produção da mesma emissora, “Espelho da Vida”, também foi gravada na Cidade Patrimônio, assim como em Carrancas, Tiradentes e Mariana.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.