18.4 C
Belo Horizonte
quarta-feira, 7 dezembro 2022

Renova Excursão

Ouro Preto retorna à onda vermelha do Minas Consciente

A Prefeitura de Ouro Preto decretou no fim da tarde desta sexta-feira, 14 de janeiro, o retorno do município à onda vermelha do Minas Consciente. Essa é a onda mais restritiva do plano. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Município e já em vigor.

Para tomar tal medida, foi considerado o significativo aumento dos casos de COVID-19 no Município de Ouro Preto ocorrido na última semana e também a urgente necessidade de interrupção de uma nova cadeia de transmissão do vírus. Outro favor importante trata-se do aumento da taxa de ocupação de leitos na Santa Casa de Misericórdia de Ouro Preto.

Secretário de Saúde, Leandro Moreira, fala sobre à retomada de Ouro Preto para a onda vermelha | Foto: Prefeitura de Ouro Preto

As medidas de controle dessa onda incluem a diminuição do fluxo de escolas, bares, restaurantes, academias e até a proibição de eventos. Veja algumas das restrições, de acordo com o plano:

  • Proibição de eventos, e de atrativos culturais e naturais;
  • Limitação de horários para academias, clubes e salões de beleza – com limitação de horário e capacidade;
  • Bares e restaurantes- com limitação de horário e capacidade.

Os demais protocolos podem ser consultados aqui.

Veja a íntegra do Decreto 6.360, assinado pelo prefeito Angelo Oswaldo:

DECRETO N° 6.360 DE 14 DE JANEIRO DE 2022

Dispõe sobre a regressão do Município de Ouro Preto no Plano Minas Consciente, da Onda Verde para Onda Vermelha, e dá outras providências.

            O PREFEITO DE OURO PRETO, no exercício de seu cargo e no uso de suas atribuições legais, em especial a que lhe confere o art. 93, VII, da Lei Orgânica Municipal,

Considerando o Decreto Municipal nº 5.892, de 25 de janeiro de 2021, que declara estado de calamidade pública em todo o território do Município de Ouro Preto para fins de prevenção e de enfrentamento ao Coronavírus COVID-19 e dá outras providências;

Considerando o Decreto nº 6.353, de 07 de janeiro de 2022, que prorroga o prazo do estado de calamidade pública em todo o território do Município de Ouro Preto, até 30 de junho de 2022;

Considerando o Decreto Estadual nº 47.866, de 15 de março de 2020, que institui o Comitê Extraordinário COVID-19, órgão de “caráter deliberativo, e com competência extraordinária para acompanhar a evolução do quadro epidemiológico do novo Coronavírus, além de adotar e fixar medidas de saúde pública necessárias para a prevenção e controle do contágio e o tratamento de pessoas afetadas”;

Considerando a Deliberação nº 39, de 29 de abril de 2020, que aprovou “o Plano Minas Consciente, com a finalidade de orientar e apoiar os Municípios nas ações de enfrentamento da pandemia COVID-19 e de restabelecimento, de modo seguro e gradual, das atividades econômicas do território do Estado”;

Considerando o Decreto nº 5.711, de 02 de junho de 2020, que dispõe sobre a adesão do Município de Ouro Preto ao Plano Minas Consciente e dá outras providências;

Considerando o significativo aumento dos casos de COVID-19 no Município de Ouro Preto ocorrido na última semana;

Considerando a urgente necessidade de interrupção de uma nova cadeia de transmissão do COVID-19;

Considerando a possível evolução desfavorável do cenário epidemiológico no Município de Ouro Preto;

Considerando o aumento da taxa de ocupação de leitos na Santa Casa de Misericórdia de Ouro Preto;

Considerando a Recomendação da Vigilância Estadual na adoção de medidas mais restritivas no combate ao COVID-19;

DECRETA:

Art. 1º Fica o Município de Ouro Preto classificado na “ONDA VERMELHA” do “Plano Minas Consciente”.

Parágrafo único: Fica autorizado, no Município de Ouro Preto, o exercício das atividades econômicas de acordo com os protocolos sanitários previstos para a “onda vermelha”, estabelecidos pelo Governo de Minas Gerais, no endereço eletrônico do “Plano Minas Consciente”, disponível em https://www.mg.gov.br/minasconsciente/empresarios, versão 3.12 de 12/11/2021.

Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Ouro Preto, Patrimônio Cultural Mundial, 14 de janeiro de 2022, trezentos e dez anos da Instalação da Câmara Municipal e quarenta e um anos do Tombamento.

Angelo Oswaldo de Araújo Santos

Prefeito de Ouro Preto

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: