O que você procura?


Ouro Preto: Rua Direita é interditada mais uma vez, sem previsão de liberação total

Já são quatro meses que a Rua Direita está em obras, uma delas se trata da passagem subterrânea de eletrodutos para instalação de fibra óptica.

Rômulo Soares 11 de outubro de 2021 às 17:40
Tempo de leitura
3 min
Foto: Mais Minas
Foto: Mais Minas

A rua Conde de Bobadela, mais conhecida como Rua Direita, no centro de Ouro Preto, foi liberada para o trânsito de veículos na sexta-feira, 8 de outubro, mas foi interditada parcialmente um dia depois, no sábado. Ainda não há previsão para que a via seja liberada completamente.

Já são quatro meses que a Rua Direita está em obras, uma delas se trata da passagem subterrânea de eletrodutos para instalação de fibra óptica. No sábado, com a liberação da rua, as caixas que ligam o corredor subterrâneo à via foram quebradas devido ao excesso de peso dos veículos que passaram por lá (ônibus, caminhões de entrega e caminhão de coleta de lixo).

LEIA TAMBÉM:  Após quatro anos de fuga, suspeito de assassinato em BH é preso em Ouro Preto

O secretário de Obras de Ouro Preto, Antônio Simões, informou ao Mais Minas que quatro tampas das 25 caixas estaladas foram quebradas e, por segurança, a parte mais estreita da via, onde se encontra o estacionamento, foi interditada.

No entanto, de acordo com Antônio, o Município terá tampas mais resistentes para a troca das 25 que foram instaladas, evitando novas quebras. Ele disse à nossa redação que as que haviam sido compradas tinham especificações técnicas, mas, mesmo assim, não resistiram.

A liberação da via depende da entrega do fornecedor, que ainda não marcou uma data de entrega das tampas, de acordo com Antônio Simões. Ele garantiu, no entanto, que todas as tampas serão trocadas em dois dias.

LEIA TAMBÉM:  Parque do Itacolomi sofre segundo incêndio em menos de um mês

Um dos destinos turísticos mais famosos de Ouro Preto, a Rua Direita é conhecida por sua arquitetura tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A ladeira é moldurada por casarões em estilo colonial onde situa um comércio ativo de bares, pousadas e lojas de artesanato.

Segundo populares que moram ou trabalham nas proximidades da Rua Direita, uma mulher chegou a cair em um dos buracos que havia na via, mas foi resgatada rapidamente por outras pessoas que passavam por lá no momento.

As obras na Rua Direita já passaram por alguns problemas anteriores a esse. Em agosto, o Iphan embargou as intervenções na via após uma fiscalização apontar a realização de escavação sem autorização prévia. De acordo com a Prefeitura de Ouro Preto, quatro intervenções foram feitas: restauração no calçamento e na rede de esgoto, implantação de fibra óptica e de um sistema de combate a incêndios.

LEIA TAMBÉM:  Covid: mais da metade da população de Ouro Preto está completamente imunizada
Última atualização em 11 de outubro de 2021 às 17:58