O que você procura?


Programa Gerdau Transforma abre novas turmas e estimula o empreendedorismo em Ouro Preto e Congonhas

Moradores do Alto-Paraopeba terão acesso a aulas gratuitas e on-line

Redação Mais Minas 3 de setembro de 2021 às 16:05
Tempo de leitura
4 min
Foto: Gerdau/Divulgação
Foto: Gerdau/Divulgação

Por Thobias Almeida, da Rede Comunicação – Estão abertas as inscrições para a nova edição do Programa Gerdau Transforma, realizado em parceria entre Gerdau e a Agência Besouro de Fomento Social. Ouro Preto e Congonhas estão entre os seis municípios mineiros beneficiados pela iniciativa, que receberá também inscrições de Conselheiro Lafaiete, Itabirito, Moeda e Ouro Branco. O objetivo do curso é fomentar o empreendedorismo a partir da capacitação de mais de 1,5 mil pessoas ao longo deste ano.

As aulas, ministradas ao vivo no formato on-line, ocorrerão entre 13 e 17 de setembro e as inscrições podem ser feitas no site do projeto. A formação é gratuita e tem carga horária total de 20 horas. Para participar é preciso ter mais de 18 anos e já ter frequentado ou estar matriculado em uma escola pública dos municípios selecionados. As cidades participantes da 4ª edição também foram beneficiadas pelo projeto no primeiro semestre de 2021.

A partir da metodologia By Necessity®, desenvolvida pela Agência Besouro, a capacitação apoia pequenos empreendedores a ingressar no mercado de trabalho por intermédio do empoderamento e fortalecimento individual. Ao todo, são cinco aulas que estimulam os participantes a refletirem sobre suas ideias e como montar ou aprimorar o seu negócio, criação de sua marca, desenvolvimento de produto, projeção de vendas, pesquisa de mercado, levantamento de custos, como divulgar o negócio, conceitos financeiros, plano de ação e ainda o desenvolvimento de uma marca personalizada para cada empreendedor.

LEIA TAMBÉM:  Manifestação para entrega do relatório da CPI da Saneouro acontece nesta quinta-feira

Amanda Fernandes de Lima Selvatt, de 34 anos, participou das aulas do Gerdau Transforma no primeiro semestre de 2021. Ela alimenta o sonho de ter a própria confeitaria em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, e conta como a capacitação oferecida pelo projeto está abrindo caminhos. “Estou em um período de testes, analisando como tirar minhas ideias do papel. A mentoria do Gerdau Transforma está sendo fundamental, principalmente no que se refere ao planejamento. Um grande aprendizado que estou tendo é sobre fluxo de caixa, algo que eu não sabia como fazer”, explica.

Ela conta que, há 8 anos, fez uma primeira incursão no mundo do empreendedorismo, quando abriu uma brigaderia em sociedade. No entanto, a falta de experiência e conhecimento pesou. “Deu errado, não tinha planejamento, não sabíamos projetar nossas despesas e receitas. Por exemplo, alugamos um imóvel sem ter capital de giro, não tínhamos controle sobre os gastos do cartão de crédito, no final acabou dando errado. Além disso, lidar com a sociedade também foi um desafio. Hoje, com o que estou aprendendo, me sinto mais confiante. A mentoria oferecida pelo projeto é muito valiosa”, reconhece a futura confeiteira profissional.

LEIA TAMBÉM:  Previsão do tempo aponta possibilidade de chuva em Mariana e Ouro Preto no fim de semana (16 e 17/10)

Os alunos recebem uma apostila que detalha todo o conteúdo explicado pelos professores, que são treinados e capacitados na metodologia. Além disso, os participantes têm acesso à matriz de negócios, com cartões de montagem que estimulam o desenvolvimento do pensamento lógico, bem como a percepção visual dos desafios e soluções como um todo.

“O empreendedorismo cumpre um papel importante dentro das comunidades, na transformação social e é sinônimo de autonomia financeira para muitas famílias.  É uma alavanca para empoderar pessoas e moldar um futuro melhor. Queremos seguir fomentando essas histórias e a educação empreendedora, dentro de uma série de iniciativas de responsabilidade social que a Gerdau já realiza, não só em Minas Gerais, mas em todo o Brasil. Com a pandemia, este movimento se torna ainda mais relevante para nós e crucial para muitos”, reforça Bruno Castilho, coordenador de responsabilidade social da Gerdau em Minas.

LEIA TAMBÉM:  Hindalco descumpre medidas ambientais em Ouro Preto

“Cada aluno recebe, além de uma capacitação muito prática e rápida, um apoio personalizado de nossos consultores, durante o período de 3 meses de incubação. Esta mão estendida o tempo todo faz toda a diferença na vida destes futuros empreendedores”, reforça Vinicius Mendes Lima, fundador da Besouro.

Em 2020, a Gerdau expandiu o programa para diversos estados e incluiu mais dois países, além de realizar suas edições de forma virtual por conta da pandemia. Foram 16 turmas, mais 1 mil alunos e mais de 900 projetos incubados. Este ano, o projeto deve acontecer em 25 turmas, capacitando mais de 1,5 mil empreendedores no Brasil e América Latina.

Fonte: Gerdau

Última atualização em 3 de setembro de 2021 às 16:27