O que você procura?

Reforma administrativa movimenta politica ouro-pretana e secretarias municipais podem ter novidades em 2022

Rodolpho Bohrer 28 de dezembro de 2021 às 14:03
Tempo de leitura
2 min
Ouro Preto
Ouro Preto

Se por um lado, a questão da Saneouro continua sendo “empurrada com a barriga” pelo Executivo municipal, por outro, o prefeito tem se movimentado para promover mudanças administrativas em 2022.

Após aprovação do Projeto de Lei pela Câmara, que, entre outras coisas, extinguiu a Secretaria da Casa Civil e criou outras duas pastas, a de Desenvolvimento Econômico e a de Desenvolvimento Urbano e Habitação, os últimos dias tem sido de muita articulação na prefeitura. A primeira novidade anunciada foi a entrada de Leandro Moreira, ex-administrador da Santa Casa, na liderança da Secretaria de Saúde. Antes, o prefeito Angelo Oswaldo havia anunciado a saída do secretário de Educação, Rogério Fernandes. Déborah Etrusco assumiu interinamente a pasta.


Nas novas secretarias criadas, uma novidade pode ser a entrada do Partido dos Trabalhadores na composição municipal. Um servidor efetivo, com apoio do diretório do partido e de Kuruzu, vereador pelo PT, deve assumir a Secretaria de Governo, atualmente ocupada por Felipe Guerra. Se for confirmado, esse servidor teve passagem à frente de uma secretaria no governo de Julio Pimenta. O turismólogo, então, deve ser remanejado para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, pasta que será responsável, entre outras coisas, em atrair novos investimentos ao município. No início do mês, o Mais Minas veiculou que Ouro Preto é a única cidade da região com saldo negativo na geração de empregos em 2021. Logo, o trabalho da nova Secretaria será de grande importância para que esse quadro de falta de empregos mude no município.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano pode trazer de volta um membro do governo de Julio Pimenta, com passagens pela Secretaria de Cultura e Patrimônio. Dessa forma, mesmo que derrotado, a presença, mesmo que “fantasmagórica”, segue forte no atual governo, o que pode ser um caminho facilitador para o retorno do jovem ex-prefeito à cadeira do Executivo na próxima eleição.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.

Última atualização em 28 de dezembro de 2021 às 14:11