15.5 C
Belo Horizonte
terça-feira, 16 agosto 2022
Portal Mais MinasOuro PretoSanta Casa de Ouro Preto contará com 20 leitos de UTI geral

Santa Casa de Ouro Preto contará com 20 leitos de UTI geral

Até o início deste mês de dezembro, Ouro Preto contava com 10 leitos de UTI geral e 20 leitos de UTI para a Covid-19, porém, em uma entrevista coletiva feita nessa quarta-feira, 15 de dezembro, foi anunciada uma reformulação na distribuição de leitos no Hospital Santa Casa. Agora, serão 20 leitos de UTI geral e 10 para atender os pacientes contaminados com o novo coronavírus.

Para realizar essa essa reformulação, a Secretaria de Saúde e a Prefeitura de Ouro Preto entrou em um diálogo com os governos Estadual e Federal para que 10 leitos transitórios de UTI de Covid-19 fosse incorporada para a Santa Casa de forma permanente.

“Há algum tempo a nossa população vem sofrendo com o vazio assistencial, filas de espera para UTI geral, era uma grande demanda da nossa população. E agora nós viemos incorporar a nossa rede com essa grande conquista. O impacto é que o nosso paciente aguardará menos tempo, a partir de agora, por um leito de UTI”, explicou a secretária de Saúde de Ouro Preto, Glauciane do Nascimento.

Com a reformulação, o Boletim Epidemiológico de Covid-19 sofrerá uma alteração. Antes, a proporção para a contagem dos leitos se dava a partir de 20 leitos e agora será feita a partir de 10 leitos. Isso aparentará um aumento da ocupação dos leitos em percentual.

“Eu gostaria de tranquilizar a população de Ouro Preto, dizendo que não há modificação nenhuma no nosso cenário epidemiológico, a pandemia continua na nossa região em um bom controle, nós temos nossa capacidade de assistência garantida para os próximos dias, queremos salientar que o número de casos aqui continua estável e que nós temos tendência a melhora”, esclareceu Glauciane.

Caso haja um aumento no número de casos de Covid-19 ou um aumento na necessidade dos leitos de UTI para pacientes positivados para o vírus, a Secretaria de Saúde de Ouro Preto remanejará novamente os leitos.

O Provedor da Irmandade da Santa Casa de Ouro Preto, Marcelo de Oliveira, explicou que, com o descredenciamento de 10 leitos de UTI para a Covid-19, o custo desses leitos deixa de ser do Governo Federal e passa a ser integralmente de responsabilidade da Prefeitura de Ouro Preto.

“A Santa Casa também tem uma relação muito boa com a atual administração e isso vem demonstrando exatamente a população pra ficar tranquila que nós estamos aí a postos, ou qualquer coisa que acontecer, a gente reverte isso. Podem ficar tranquilos que estamos muito atentos e acompanhando no dia a dia a Covid-19 aqui na nossa região, principalmente na cidade de Ouro Preto”, disse o Provedor da Santa Casa.

O prefeito de Ouro Preto, Angelo Oswaldo (PV), acredita que a escolha do Município em optar no investimento na Santa Casa e não em um hospital de campanha será um legado para a cidade após o período pandêmico.

“A Covid-19 tem que deixar alguma coisa positiva e no caso de Ouro Preto nós já estamos vendo aí. São os novos leitos de UTI que ganhamos na Santa Casa de Ouro Preto. A prefeitura está assegurando a continuidade desse serviço para toda população e eu tenho certeza que mais ainda nós teremos a ganhar, uma vez que a Santa Casa se equipou, se preparou e se transformou num dos mais importantes polos de saúde do interior de Minas Gerais. É um dos grandes hospitais regionais que nós temos hoje no estado e ela está preparada para prestar os melhores serviços, não só a nossa população ouro-pretana, mas também a todos aqueles que estão na região dos Inconfidentes”, considerou Angelo Oswaldo.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: