18.9 C
Belo Horizonte
sábado, 1 outubro 2022

Corrida do Bem terá etapa em Conselheiro Lafaiete. Veja informações!

Com percursos de 5 km e de 10 km, a corrida será realizada no dia 25 de setembro

265 vagas de emprego para Mariana (MG) e região para atuar em obras

A Fundação Renova atualiza semanalmente a lista...

Vale divulga vagas de emprego disponíveis em Minas; saiba quais

Nesta semana as oportunidades são para as cidades: Mariana, Itabirito, Itabira, Santa Babara, Nova Lima, Congonhas e outras, confira
Portal Mais MinasNotícias de Minas GeraisCom Reforma Trabalhista, trabalhadores da mineração poderão perder 50% dos seus salários

Com Reforma Trabalhista, trabalhadores da mineração poderão perder 50% dos seus salários

A informação é do Portal Pebinha de Açúcar.

Segundo o Portal Pebinha de Açúcar, do estado do Pará, pelo menos 13 mil pessoas que atuam na área da mineração, empregados das minas da mineradora Vale S.A, podem ter seus salários reduzidos pela metade, caso a Reforma Trabalhista seja aprovada.

O Jornal destaca que a redução seria por causa da perda do direito de receber horas in itineres, que é um direito garantido por lei. Na matéria. do Jornal, o presidente da METABASE Carajás, Raimundo Amorim, afirma que “a suspensão do pagamento das horas in itineres trará um prejuízo imediato, já que existem minas que ficam há pelo menos duas horas da sede do município, o que faz com que trabalhadores fiquem a disposição em cerca de 100 quilômetros.”

Na mesma matéria, Raimundo Amorim cita que que a suspensão do pagamento do percentual aos que trabalham em turnos alternados em cujos salários representam 18%, que somados aos 30% de horas in itineres, reduz os vencimentos em quase 50%.

Acesse a matéria completa no site Pebinha de Açúcar – link:
http://pebinhadeacucar.com.br/trabalhadores-da-mineracao-poderao-perder-50-de-seus-salarios/

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: