The news is by your side.

O que a crítica diz sobre “Perfil Falso”, nova série da Netflix

Com grande entusiasmo, a série “Fake Profile” ou “Perfil Falso”, da Netflix, veio para agitar o mundo do entretenimento. Criada por Pablo Illanes, a série é um thriller romântico colombiano falado em espanhol que gira em torno da vida de Camila Román (interpretada por Carolina Miranda), uma dançarina exótica de Las Vegas que conhece Fernando Castell, um homem colombiano charmoso que se apresenta como um cirurgião plástico de Cartagena, em um aplicativo de namoro. Depois de um relacionamento de quatro meses, Camila decide visitar Fernando na Colômbia e fica chocada ao descobrir que o homem que ela conhece não é quem diz ser. Na realidade, o homem que ela conheceu como Fernando é Miguel Estévez, um engenheiro casado e pai de dois filhos que trabalha na empresa do sogro​​.

A série não se baseia em uma história real, mas em um roteiro originalmente desenvolvido por Illanes, com direção compartilhada entre Klych López e Catalina Hernández​1​. “Fake Profile” lida com questões relevantes e oportunas, como a problemática do catfishing (prática de enganar pessoas através de identidades falsas na internet), muito comum em aplicativos de namoro, e outros impactos negativos da tecnologia na vida moderna. O filho de Miguel e Ángela, Lucas, por exemplo, instala dispositivos de vigilância na casa de Camila e acaba descobrindo a infidelidade de seu pai​​.

-> Um Contratempo: suspense espanhol da Netflix que vale a pena ver

Porém, apesar de sua relevância temática, “Fake Profile” tem recebido críticas mistas. Enquanto alguns espectadores se envolvem com a trama cheia de reviravoltas e personagens complexos, outros criticam o formato de telenovela, a qualidade do roteiro e as atuações. De acordo com algumas opiniões, a série começa bem, mas perde seu rumo e se torna confusa à medida que avança, com tramas sem sentido e personagens de preenchimento que não contribuem para a história. As críticas destacam ainda a presença constante de cenas de sexo, vistas por alguns como desnecessárias e usadas para preencher tempo de tela​.

Quanto ao futuro da série, ainda é incerto. A primeira temporada estreou na Netflix no dia 31 de maio e, até o momento, a gigante do streaming ainda não confirmou se a série será renovada para uma segunda temporada. A decisão da Netflix depende em grande parte do número de visualizações que a série conseguirá acumular em seu primeiro mês na plataforma. Portanto, os fãs de “Fake Profile” terão que aguardar um pouco mais para saber se haverá uma continuação para a história de Camila e Miguel​​.