A luta contra o rebaixamento parece cada vez mais acirrada. Agora, com todos os times com o mesmo número de partidas, a tendência é que a briga para definir os rebaixados para a Série B de 2024 seja ainda mais tensa.

Restam apenas 4 jogos

Os últimos confrontos da temporada para a equipe de Autuori prometem emoção e muita dificuldade. A Raposa enfrenta um adversário direto na briga contra o Z-4, o Goiás, um adversário na luta por vaga por libertadores – Athletico Paranaense – e dois candidatos ao título, Botafogo e Palmeiras.

No primeiro turno, ainda sob comando do técnico Pepa, o Cruzeiro conseguiu somar apenas 2 dos 12 pontos possíveis diante desses adversários, empatando com o Athletico Paranaense por 3×3 fora de casa, e contra o Botafogo, em 0x0, no Mineirão.

Agora, em um outro momento do campeonato, a Raposa precisa de ao menos duas vitórias para se livrar de qualquer risco de descenso, mas a situação promete ser muito difícil.

Goiás, um rival direto

Na próxima segunda-feira (26), o Cruzeiro viaja até Goiânia para enfrentar o Esmeraldino na Serrinha. Acontece que, mesmo abaixo na tabela, a equipe comandada por Mário Henrique vem apresentando um bom futebol, mesmo sem conseguir os resultados para sair do Z-4.

Dentro de casa, a torcida do Goiás costuma transformar o estádio Hailé Pinheiro (Serrinha) em um verdadeiro caldeirão, mais um ponto que pode pesar contra o Cruzeiro. No primeiro turno, o Cruzeiro foi superado em casa, por 1×0. Gol de Lucas Halter, um dos destaques da equipe no ano.

YouTube video
Cruzeiro perdeu para o Goiás no primeiro turno

Athletico Paranaense, é vencer ou vencer

Contra o Furacão, que briga por uma vaga na Libertadores da América no ano de seu centenário, o Cruzeiro precisa mais do que nunca da vitória. Por se tratar de uma partida em casa, a equipe de Autuori vai precisar somar pontos para eliminar os riscos de rebaixamento.

Mesmo sendo um dos piores mandantes da competição, a Raposa precisa vencer se quiser ir para as últimas rodadas sem muita pressão. No primeiro turno, as equipes fizeram um grande jogo na Ligga Arena, empatando por 3×3.

Arthur Gomes foi o principal destaque na partida diante do Athletico na Arena da Baixada. Foto: Nayra Halm / Staff Images/ CRUZEIRO

Botafogo e Palmeiras: Os confrontos mais difíceis da temporada

Enfrentar os dois candidatos ao título nas duas últimas rodadas nunca é tarefa fácil. Na situação em que o Cruzeiro se encontra, é ainda mais complicado. Para não entrar em campo pressionado, o Cruzeiro precisa resolver sua situação antes dessas 2 partidas.

Com Botafogo e Palmeiras brigando ponto a ponto pelo título, a tendência é que as equipes vão em busca da vitória desde o primeiro minuto.

Situação está melhor que o esperado

Com as partidas em atraso, o Cruzeiro conseguiu conquistar 4 pontos e empurrar o Bahia para o Z-4. O rival direto na luta pelo Z-4 também tem partidas complicadas ao fim da temporada e a tendência é que não consiga vencer todas as partidas, assim como o Cruzeiro.

Assim, se a raposa fizer o dever de casa diante do Athletico e contra o seu rival direto, Goiás, o Cruzeiro fica mais tranquilo para permanecer na elite do futebol brasileiro em 2024.

COMENTÁRIOS
Share.

Graduando em Jornalismo na Universidade Federal de Ouro Preto. Colunista de Cidades do Portal Mais Minas, com passagens por Fora das 4 Linhas e Vai que Tô Te Vendo.