ONG IDDA procura lar para cães encontrados em lixão de Ouro Preto

Uma publicação na rede social da ONG IDDA (Insituto de Defesa dos Direitos dos Animais) denunciou um descaso do poder público frente aos animais que se encontram abandonados no lixão de Ouro Preto.

De acordo com eles, lixo hospitalar é descartado no local, em meio a animais e pessoas que ali frequentam. No lixão foram encontrados animais feridos, com doenças e diversos filhotes.

Assim, a ONG recolheu do local uma cachorra mais velha e seus nove filhotes e agora precisa de doações para auxiliar no valor dos cuidados. Todos os filhotes foram encontrados com bernes e precisaram ser atendidos por um médico veterinário. Dois deles estão internados em uma clínica na cidade de Mariana.

O órgão informou que os animais necessitam de lares temporários e também adoção permanente, além de estarem tomando as medidas legais referentes ao lixão de Ouro Preto.

A ONG IDDA

O IDDA é uma ONG (sem fins lucrativos), criada pela união de protetores independentes que, juntos, somaram forças pelos animais de Mariana, Ouro Preto e região, se tornando as “vozes de quem não falam”.

Direcionado única e exclusivamente aos animais vítimas de abandono e maus-tratos, o trabalho que desenvolvemos vai além de orientação, conscientização e encaminhamentos responsáveis. Também lutamos, diariamente, pela guarda responsável, bem estar animal, controle populacional, políticas públicas, sensibilização da população e pela responsabilização do poder público aos direitos desses animais que sofrem com o descaso e a omissão.

É importante lembrar que não temos abrigo próprio, trabalhamos com “lares temporários” (casa de voluntários que abrigam os animais resgatados) e realizamos eventos de adoção para destinação adequada dos bichinhos, que seguem, vacinados, vermifugados e castrados, fazendo, assim, um rodízio de resgatados. Nesses seis anos de atuação, mais de 3 mil animais já passaram por nossas mãos e foram tratados por veterinários, alimentados com ração de boa qualidade, e tratados com muito amor e carinho. Conseguimos, com muito esforço, realizar mais de 2 mil castrações (por meio de mutirões e parcerias com clínicas) e mais de 800 adoções.

Como ajudar

Além de se candidatar a voluntário, as pessoas podem ajudar de diversas maneiras. Você pode apoiar a causa por meio de uma parceria com a sua empresa, nos ajudando a salvar ainda mais vidas. Em contrapartida, disponibilizamos publicidade e participação em nossos eventos para propaganda. Além disso, sempre realizamos campanhas em nossas redes sociais (Facebook e Instagram) para a arrecadação de verba, que é revertida para diversos fins dentro do projeto.

Leia também: Amigo não se compra!

Deixe seu comentário