Ouro Branco recupera 80% dos casos de coronavírus

A Prefeitura de Ouro Branco divulgou, nesta terça-feira (23), através da Secretaria Municipal de Saúde, o Boletim Epidemiológico do coronavírus indicando quatro novos casos confirmados, sendo 48 confirmações no total. Além disso, o Informe mostra 38 pacientes recuperados, representando 80% do total.
O Informe mostra que, além disso, há oito casos confirmados de coronavírus sendo monitorados e dois internados. Nos casos de internação, um paciente está hospitalizado em Belo Horizonte por apresentar patologia mais grave, e outro que está no Hospital Municipal Raymundo Campos em Ouro Branco.

Esclarecimentos da Secretaria Municipal de Saúde

De acordo com o município, as pessoas confirmadas hoje passam bem e tem sintomas leves. Dessa forma, essas pessoas, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde, realizam o isolamento social em suas respectivas residências. Ainda de acordo com a administração municipal, todos os casos confirmados em Ouro Branco, bem como familiares próximos, são acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde.
A Secretaria de Saúde informou também que dentro dos protocolos de atendimento aos casos confirmados de Covid-19 e também em casos de síndrome gripal, em que não há gravidade, ou seja, sem a necessidade de internação hospitalar, e que sempre é oferecido aos moradores de Ouro Branco a opção de fazer o isolamento social na Unidade Extensiva Domiciliar criada pela Prefeitura.

Perfil dos casos confirmados em Ouro Branco

Por sexo:

  • Número de mulheres:15
  • Número de homens:33

Por faixa etária:

  • Menor de 1 ano: 0
  • 1 a 9 anos: 0
  • 10 a 19 anos: 0
  • 20 a 29 anos: 7
  • 30 a 39 anos: 19
  • 40 a 49 anos: 8
  • 50 a 59 anos: 7
  • Mais de 60 anos: 7

A Secretaria Municipal de Saúde de Ouro Branco informou que, seguindo as determinações da Nota Técnica do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais, “deve ser realizado 10 dias de isolamento domiciliar a contar da data de início dos sintomas. Para retorno ao trabalho recomenda-se que o paciente esteja 72 horas assintomático”.

Comentários estão fechados.