Padrasto acusado de estuprar enteada de 11 anos é preso em Minas Gerais

por Redação Mais Minas

Na última sexta-feira (2/6), em Três Pontas, localizada no sul de Minas Gerais, a Polícia Civil do estado executou uma ordem de prisão preventiva contra um indivíduo de 57 anos. O homem é acusado de 84 casos de estupro contra uma menina de 11 anos, após uma minuciosa investigação.

Padrasto acusado de estuprar enteada de 11 anos é preso em Minas Gerais
Foto: divulgação/PCMG

A investigação realizada pela Delegacia de Polícia Civil em Três Pontas revelou que o acusado, que é padrasto da vítima, a abusava sexualmente pelo menos três vezes por semana. Esses crimes horrendos ocorreram por um período de sete meses e só chegaram ao fim quando a mãe da vítima, em um incidente, despertou no meio da noite para pegar um copo d’água e viu seu parceiro beijando a barriga da filha em um colchão na sala de estar.

Durante a investigação, a polícia descobriu que a criança estava sendo ameaçada e coagida a manter-se quieta. O agressor a advertia que se ela revelasse o que estava acontecendo, “ninguém acreditaria, e ela e a mãe passariam necessidades”.

Inquérito Policial

A investigação iniciada em abril deste ano culminou com o indiciamento do acusado por 84 casos de estupro e uma solicitação para sua prisão preventiva. A sentença para o crime de estupro de vulnerável pode variar entre oito a 15 anos de prisão (conforme o artigo 217-A do Código Penal). Devido à continuidade dos crimes, a sentença aplicada pode chegar a 25 anos de prisão.

O suspeito, que estava sendo procurado em várias cidades e zonas rurais da região, se apresentou na Delegacia de Três Pontas, acompanhado por seu advogado. Após os procedimentos judiciais, o homem foi levado para o sistema prisional.

ARTIGOS RELACIONADOS