Pai foge com dinheiro arrecadado para tratamento de doença do filho

Por

Um homem de 37 anos, que morava em Conselheiro Lafaiete, região Central de Minas, fugiu com dinheiro arrecadado para tratamento de doença rara do filho. Ele foi preso em Salvador (BA), nesta segunda-feira (22). O homem, identificado como Mateus Alves, teria fugido com cerca de R$1 milhão arrecadado a partir de doações online para compra de medicamentos para a criança de 1 ano e 7 meses. A criança é portadora de Atrofia Muscular Espinhal (AME) e pode morrer, caso não seja medicada.

Há alguns dias, a Polícia Civil de Minas Gerais recebeu uma denúncia de que o homem estaria gastando o dinheiro em Salvador, ao invés de usá-lo para o tratamento da criança. Ele será devidamente investigado.

A história de João Miguel, o menino portador de AME, mobilizou os moradores de Conselheiro Lafaiete, vizinhos, amigos e parentes, que engajaram em uma campanha online para arrecadar o dinheiro para a medicação, que custa mais de R$300 mil a dose. A ação ocorreu porque sua família não tinha condições de arcar com tamanha despesa.

O tratamento da doença

A AME é uma doença genética que interfere na capacidade do corpo de produzir uma proteína essencial para a sobrevivência dos neurônios motores. Sem essa proteína, os neurônios morrem. Se isso acontecer, o paciente perde o controle e a força muscular, sem poderem se mover, engolir ou respirar, vindo a óbito. A doença não possui cura e é altamente degenerativa.

O Ministério da Saúde, começou, em abril deste ano, a ofertar o medicamente Nusinersen (Spinraza) pelo SUS, para pessoas que possuem a doença tipo I, a mais recorrente no país. A medicação é a única no mundo recomendado para o tratamento da AME.

Para fazer o tratamento, é necessário a administração de seis frascos, com 5 ml, no primeiro ano e três frascos a partir do segundo ano.

Mateus será trazido de volta para Minas.

A Polícia Civil irá dar mais informações em uma entrevista coletiva em breve.

Deixe seu comentário

Tags :

Postado em 23 de julho de 2019