ArquiteturaBelo HorizonteGoverno de MinasNotícias

Palácio das Mangabeiras deixa de ser Residência Oficial do governo

A decisão veio de um decreto do atual Governador de Minas, Romeu Zema

O Palácio das Mangabeiras, em Belo Horizonte, deixou de ser a residência oficial dos governadores de Minas Gerais. A decisão veio de um decreto do atual Governador de Minas, Romeu Zema (Novo). Publicado no diário oficial do estado, o decreto faz com que a residência agora seja um bem dominical do estado.

Assim, além de não ser mais residência oficial, o Palácio das Mangabeiras perde a segurança permanente, e se enquadra como bem dominical. Dessa forma, o imóvel poderá ser leiloado. Os bens dominicais são uma categoria de imóveis, terras entre outros, que pertencem ao Estado, e não tem uso específico.

A manutenção do palácio, neste meio tempo em que não está em uso, está sendo feita por uma equipe do Gabinete Militar do governo estadual. O quadro de funcionários também caiu, de acordo com o governo.

Sendo uma de suas promessas de governo, Zema optou por não utilizar o palácio como residência oficial. O Governador, atualmente, reside em um imóvel alugado, com recursos próprios, na Pampulha. Entretanto, o palácio até então não foi anunciado como museu. No entanto, o imóvel está sendo muito cogitado para abrigar a 25ª edição do CasaCor.

Sediando o CasaCor ?

O Palácio das Mangabeiras é o principal cotado para sediar a 25ª Edição do CasaCor Minas Gerais. O evento é uma mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo. Para sediar o evento, o governo precisa de uma autorização do Estado.

De acordo com a organização do CasaCor e a assessoria do governo, está havendo negociações para que o evento ocorra no palácio.

Venda do Palácio

Tendo em vista a possibilidade de venda do imóvel, agora bem do Estado, a assessoria do governador negou que tenha a intenção de leiloar o palácio. A casa pode ser leiloada pelo Estado, e assim, ser privatizada. Além da privatização o imóvel pode ser leiloado, inclusive, para o pagamento de dívidas públicas.

Facebook Comments

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios