Take a fresh look at your lifestyle.

Lutador oficial do Atlético no UFC, Paulo Borrachinha, entra na rota pelo cinturão

Com patrocínio oficial do Atlético, o mineiro de Belo Horizonte e radicado em Contagem, Paulo Borrachinha,  entrou na rota de disputa pelo cinturão dos  pesos médios do UFC, após chegar à sua 12ª vitória seguida, sem nenhuma derrota na carreira profissional.

A última vitória de Paulo Henrique Costa, o Paulo Borrachinha, sobre o jamaicano Uriah Hall, por nocaute no segundo round, na edição 226 do UFC, realizado nesse último final de semana, na T-Mobile Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos, credenciou o mineiro a ficar bem próximo de uma disputa pelo cinturão dos pesos médios da competição. Ele recebeu, ainda, o bônus de performance da noite e foi elogiado pelo presidente do UFC, Dana White, que o apontou como a próxima estrela do País no MMA.

Após a vitória, Borrachinha fez questão de desafiar o atual terceiro colocado no ranking e ex-campeão da categoria, Chris Weidman, para um realizar uma luta.

“Quero o Chris Weidman. E ele não vai ter escolhas. Por que não? Ele vai esperar o que? Ele tem que lutar “, declarou o brasileiro ainda no octógono.

Chris Weidman já declarou que quer ser o próximo desafiante ao título contra o atual campeão, Robert Whittaker, porém o desejo do lutador não foi concedido pelo Ultimate Fighting Championship, que confirmou o australiano e Kelvin Gastelum como treinadores do The Ultimate Fighter (TUF), edição 28, em uma disputa de cinturão no final de 2018.

De todo modo, Borrachinha, que subiu para a 10ª colocação no ranking dos pesos médios da organização, após a vitória por nocaute no último sábado (07), já tem sua estratégia traçada. O mineiro quer lutar contra Chris Weidman, e assim, planeja que o vencedor do confronto seja o próximo desafiante ao campeão dos médios.

O mineiro segue invicto em sua carreira profissional, agora com 12 vitórias, sendo onze por nocaute e uma por finalização.

Leia também: Atleticano Patric espera volta do Brasileirão com vitória sobre o Grêmio no RS