Pausas nas competições podem servir de preparação para Atlético e Cruzeiro

Após medidas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), diversas competições de futebol do país foram suspensas, como forma de proteção ao coronavírus. Desta forma, Atlético e Cruzeiro, que iniciam novos trabalhos, podem usar o período como “inter-temporada” e um aprimoramento técnico, tático e físico.

Atlético

Contratado recentemente, o conceituado treinador Jorge Sampaoli necessita de tempo de trabalho para dar seu estilo de jogo ao Galo. Afinal, o argentino possui uma filosofia de jogo complexa e que demanda uma longa carga de treinamentos. Prova disso é o trabalho do comandante no Santos, em 2019. Durante os primeiros meses, a equipe praiana foi eliminada no Campeonato Paulista, na Copa Sul-Americana e na Copa do Brasil. No entanto, no fim do ano o time santista se sagrou vice-campeão brasileiro, jogando um futebol vistoso e competitivo.
Atualmente, o Atlético é o terceiro colocado da primeira fase do Campeonato Mineiro e irá disputar o Brasileirão da Série A.

Cruzeiro

Sem técnico após a demissão de Adilson Batista, a Raposa busca um novo comandante e o período de paralisação pode ser positivo. Caso contrate um profissional nos próximos dias, o time celeste terá tempo útil para se preparar e melhorar seu desempenho na temporada. Enderson Moreira e Guto Ferreira são os mais cotados para assumir o clube estrelado no momento.
Além disso, a equipe azul tem contratado novos jogadores, como o atacante colombiano Iván Angulo. O tempo sem competições oficiais pode ser aproveitado como adaptação dos nomes adquiridos.
Fora do G4 do estadual, o Cruzeiro, além disso, vive situação difícil na Copa do Brasil, após perder o primeiro por 2 a 0, no Mineirão.
Com a pandemia que assola o Brasil e o mundo, as competições futebolísticas no país ainda não têm data definida para retorno.
Veja mais: Conheça Iván Angulo, o novo reforço para o setor ofensivo do Cruzeiro

Comentários