Barroso para Gilmar Mendes: Vossa Excelência é uma desonra para este tribunal

0
A sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) desta quarta-feira (21/03) foi suspensa pela Ministra Carmem Lúcia após uma discussão acalorada entres os ministros Gilmar Mendes e Luiz Roberto Barroso.

O ministro Barroso sentiu-se incomodado após uma fala de Gilmar Mendes sobre as decisões do STF, mencionando a proibição de doações ocultas e questões relacionadas ao aborto: “Claro que continua a haver graves problemas. […] É preciso que a gente denuncie isso! Que a gente anteveja esse tipo de manobra. Porque não se pode fazer isso com o Supremo Tribunal Federal. ‘Ah, agora, eu vou dar uma de esperto e vou conseguir a decisão do aborto, de preferência na turma com três ministros. E aí a gente faz um 2 a 1”, disse Mendes. Inconformado, o ministro Barroso retrucou:

“Me deixe de fora desse seu mau sentimento. Você é uma pessoa horrível. Uma mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia. Isso não tem nada a ver com o que está sendo julgado”. E prosseguiu: “É um absurdo vossa excelência aqui fazer um comício, cheio de ofensas, grosserias. Vossa excelência não consegue articular um argumento, fica procurando. Já ofendeu a presidente [Cármen Lúcia], já ofendeu o ministro Fux, agora chegou a mim. A vida pra vossa excelência é ofender as pessoas. Não tem nenhuma ideia, nenhuma ideia, nenhuma. Vossa excelência nos envergonha, vossa excelência é uma desonra para todos nós. Vossa excelência sozinho desmoraliza o tribunal”, declarou Barroso durante a sessão, que estava sendo transmitida ao vivo pela TV Justiça.

Sentindo a discussão entrar em um tom mais agressivo, a presidente Cármen Lúcia suspendeu  a sessão.

Ainda foi possível ouvir Gilmar se dirigindo a Barroso: “Eu vou recomendar ao ministro Barroso que feche seu escritório de advocacia”.

Por volta das 17 horas, todos os ministros voltaram ao plenário e deram prosseguimento á sessão.

Veja o vídeo: