O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

O Cabaré das Divinas Tetas é marcado por protestos contra preconceito e críticas ao prefeito Kalil

Redação Mais Minas 20 de julho de 2019 às 23:43
Tempo de leitura
2 min

Uma das principais atrações LGBTQQI+ da Virada Cultural, O Cabaré das Divinas Tetas, se apresentou com muito gingado no Palco Parque Municipal. O evento foi marcado por performances artísticas, repúdio ao preconceito e críticas ao prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), pelo cancelamento do evento que seria marcado pela coroação da “Nossas Senhora das Travestis”.

Com grande participação do público LGBTQQI+, o evento que antecede o show de Moraes Moreira, foi utilizado para protestos contra a morte do público LGBT, pedindo o mínimo de direitos humanitários à causa. Entre uma atração e outra, pessoas do público eram chamadas ao palco para darem seu depoimento.


Um dos fatos que marcaram a apresentação foram as críticas ao prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. A revolta dos participantes vem, principalmente, da incoerência do político, que após discurso de apoio às causas LGBT na parada que aconteceu no último dia 14, vetou a performance que coroaria a “Nossa Senhora das Travestis”. Mesmo com o veto, a performance foi realizada hoje.

Uma mulher passou mal durante a performance e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

* Reportagem de Karina Peres e Yuri Simões.

Você pode gostar também:

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.