20.4 C
Belo Horizonte
segunda-feira, 5 dezembro 2022

Renova Excursão

Eleições 2022: Simone Tebet pode ser decisiva no 2º turno

Sendo uma surpresa no cenário da corrida presidencial de 2022, com mais de 4 milhões de votos, a candidata do MDB diz que está decidida na sua posição de apoio a um dos dois candidatos à cadeira de Presidente da República do Brasil, Lula ou Bolsonaro. Apesar de ser uma decisão que, até o momento, aparenta ser de seu cunho pessoal e analítico, Simone não revelou ainda quem irá apoiar. A proclamação do seu posicionalmente acontecerá dentro de 48 horas. Na noite desse domingo, 2 de outubro, após as eleições, a candidata, em entrevista coletiva, cobrou ao seu partido para que houvesse uma decisão rápida, e deixou o recado:

” Não esperem de mim omissão. Tomem logo a decisão, pois a minha já está tomada. Eu tenho o meu lado e vou me pronunciar no tempo certo. Espero que vocês entendam que esse não é qualquer momento do Brasil”

Simone pode eleger o candidato do segundo turno de 2022

O apoio de Simone pode fazer muita diferença nesse segundo turno. Com Lula tendo 57 milhões de votos e Bolsonaro com 51 milhões, os quase 5 milhões que votaram na candidatada poderão somar-se aos números dos dois políticos e eleger qualquer um dos dois. Há probabilidades no ar. Além disso, com um possível apoio de Ciro Gomes junto à Simone para Jair Bolsonaro, o empate se tornaria plausível, ou até mesmo representaria a ultrapassagem dos votos de Bolsonaro sob Lula. No entanto, para a estratégia petista, o caso poderia se tornar um das maiores vitórias da história da política brasileira, com um total acima da casa dos 60 milhões de votos.

Com o terceiro lugar, a candidata agradeceu os votos à população e reforçou a representação feminina, principalmente a sua, no que se refere à caminhada política. “Estou muito Feliz com o resultado que conseguimos obter”, essas foram uma das suas palavras no seu discurso de agradecimento. Simone é mãe, advogada, professora e Senadora da República no Mato Grosso do Sul, além de já vir sempre atuando na área política. A sua carreira política se iniciou em 2002, como Deputada Estadual, e também foi a primeira prefeita eleita da história na cidade de Três Lagoas.

Apoio não revelado até o momento

Em meio aos debates e campanhas do primeiro turno dessas eleições, Simone fez duras criticas aos dois candidatados com maiores intenções de votos, tanto para Lula quanto a Bolsonaro. As principais queixas acerca deles nos debates foram correspondentes aos processos sofridos por Lula e a cobrança em cima das propostas do candidato de esquerda para o Brasil. Já sobre o candidato conservador, criticou como ele conduziu as questões da pandemia da Covid-19 e os programas às mulheres. Simone deixou claro que tem a sua posição e não vai abrir mão dela, tudo parece se encaminhar para uma igualdade de posição entre o partido e ela, a neutralidade não deve ser uma opção nesse momento. Entre os aliados do partido MDB e o seu presidente, o possível apoio a Lula é algo que se pode esperar para os próximos dias.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar a posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: