22.4 C
Belo Horizonte
domingo, 25 setembro 2022

Conheça os candidatos ao Senado em Minas Gerais

Com poucos dias para as próximas eleições,...

Bastidores do debate das Eleições presidenciais na Band teve bate-boca e provocações entre partidaristas

Candidato impedido de participar do debate protestou do lado de fora da emissora
Portal Mais MinasPolíticaPablo Marçal tem candidatura retirada e apoia Bolsonaro

Pablo Marçal tem candidatura retirada e apoia Bolsonaro

Em meio a tantos vai e vens, o empresário e palestrante Pablo Marçal não é mais um candidato à corrida presidencial, mas concorre ao cargo de Deputado Federal pelo estado de São Paulo. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cancelou a sua candidatura a pedido do partido PROS, que visa apoiar a Lula, o qual Marçal não é simpatizante. O fato deixou o influencer e a sua equipe indignada, o que os levou a uma disseminação em massa nas redes sociais de méritos, vídeos e protestos, após um grande investimento de tempo e dinheiro na sua campanha e no seu tempo.

A disputa judicial para a candidatura está em processo já faz algum tempo e a probabilidade de isso acontecer era grande, devido a decisão da diretoria do PROS. Os ” haters” de Pablo já repercutiam que essa corrida em que ele estava se proporcionando não passava de mera ilusão e jogo de marketing, fato que agora ele não é presidenciável . Porém, o empresário ainda diz que esse é somente o começo, que muita coisa esta por vir pelo Brasil.

Sobre a Decisão do PROS

Em nota, a diretoria do partido decidiu revogar a candidatura de Pablo Marçal e a de sua vice ao cargo Fátima Pérola Negra. Apesar de o dia 15 de agosto ser a data limite para promulgação ou não de um candidato à presidência, os ministros do do TSE consideraram apropriado a anulação, pela convenção partidária que aconteceu em julho do cancelamento da candidatura de Pablo, além de validar à adesão de apoio do partido para Lula. Conforme o calendário eleitoral, até 20 dias antes das eleições, cotados a partir do dia 12 de setembro, é a data limite para fazer a retirada de um participante pelos meios legais.

Nesse ano de 2022, Pablo foi a segunda pessoa a ter a sua candidatura barrada pelo TSE, o primeiro foi o Ex-Deputado Roberto Jeferson, que teve sua solicitação averiguada e cancelada diante dos processos e acusações que presta. O plenário, por 7 votos a 0, decidiu que o ex-politico está inelegível até o mês de dezembro do ano de 2023.

Pablo Escolhe o Lado de Jair Bolsonaro

Com mais de 2 milhões de seguidores no Instagram e mais de 1 milhão de inscritos no YouTube, Pablo Marçal decide apoiar a Bolsonaro. Essa semana, do dia 12 de setembro, o empresário esteve em um evento nas de apoio a reeleição do atual presidente e também declarou apoio nas suas redes sociais.

” É oficial !!!, o Brasil está contra os 2. Lula e Haddad podem correr para Venezuela. Apesar de todos os seus defeitos eu não tenho vergonhe de te defender, Jair Bolsonaro.”

Durante a sua campanha Pablo Marçal demonstrou várias vezes a ideia de não apoiar nem a Lula e nem a Jair Bolsonaro. Frases como ” chega desse dois” e ” chegou a hora desses dois aposentarem” foram muito faladas por ele e seus apoiadores. Os simpatizantes de Bolsonaro criticaram muito o empresário no decorrer desse período, pelo fato de ele ter apoiado ao atual Presidente nas eleições de 2018. Diante disso, agora ele concorre ao cargo de Deputado Federal e deixa muita polêmica no meio dos seguidores de ambos os lados, o que deixa uma grande dúvida no cenário de tanta polarização política nos próximos anos.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: