CrimesMinas GeraisPolíticaVale do AçoViolência

Prefeito de cidade do Vale do Aço é morto por vereador, por causa de uma cerca; veja vídeo

Segundo a Polícia, o prefeito teria dado chicotadas no vereador, antes de ser assassinado

O prefeito da cidade de Naque, do Vale do Aço mineiro, Hélio Pinto de Carvalho (PSDB), foi morto com seis tiros neste sábado (13). De acordo com a Polícia Militar, o principal suspeito do crime é um vereador da cidade, Marcos Alves de Lima (PSDC), e a causa da briga que motivou o assassinato teria sido uma cerca.

Segundo a Polícia Militar, Hélio e Marcos começaram uma discussão após o vereador tentar expandir a área de seu lote. O terreno vizinho pertencia a Prefeitura Municipal e, por isso, Hélio da Fazendinha, como era conhecido, foi tirar satisfações. A situação então piorou e se transformou numa briga, onde o prefeito usou um chicote para agredir o vereador.

  Minas Gerais registra 125 mortes por dengue em 2019; números crescem

Marcos, após ser agredido, sacou um revólver e deu seis tiros no prefeito, o baleando no tórax e nas pernas. Hélio chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Márcio Cunha, mas não sobreviveu.

O vereador, por sua vez, foi preso em Governador Valadares, tentando fugir. Em vídeo, Marquinhos, como era conhecido, afirma que atirou em legítima defesa, após ser agredido. Assista abaixo:

Segundo Marquinhos, os dois homens já tinham um desentendimento anterior, por motivações políticas.

Romeu Zema, governador de Minas Gerais, emitiu uma nota sobre o ocorrido.

“O governador Romeu Zema lamenta profundamente o crime ocorrido hoje na cidade de Naque, no Vale do Aço, que resultou na morte do prefeito Hélio da Fazendinha. O governador se solidariza com familiares, amigos e com os moradores de Naque e determinou às forças de segurança empenho na rápida elucidação do crime”.

Naque é uma pequena cidade do Vale do Aço que, segundo o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018, possui 6,9 mil habitantes.

Fechar