Prefeito de Congonhas suspende eventos religiosos presenciais
Crédito da foto: Arquivo Mais Minas

O prefeito de Congonhas, Zelinho, decretou nesta sexta-feira (27) a suspensão dos eventos presenciais de celebração religiosa, missas, cultos e atividades dessa natureza até a próxima terça-feira (31), devido à pandemia do coronavírus. A Prefeitura Municipal informou que o decreto foi conversado com os líderes religiosos e representantes das igrejas e também foi definido que esses eventos deverão ser realizados por transmissão online nas mídias sociais e rádios.

Ainda de acordo com o decreto do prefeito Zelinho, nenhuma atividade que provoque a aglomeração de pessoas deve acontecer neste momento, por causa do estado de calamidade pública em saúde declarado pelo Estado de Minas gerais e diante das recomendações da  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Além disso, O SINE de Congonhas suspendeu todos os serviços presenciais, mas mantém contatos virtuais disponíveis para o trabalhador, que pode ser atendido pelo telefone 3731-1727 de 7h às 16h. As empresas tem como meios para disponibilizar vagas, quando necessário e se possível, o telefone e e-mail.

No boletim diário da Secretaria Municipal de Saúde de Congonhas divulgado nesta sexta-feira (27), foram registrados 125 casos prováveis de infecção do coronavírus. Isso porque a Secretaria de Saúde do Estado de Minas Gerais definiu novos quesitos para investigação do COVID-19, como pessoas que procuraram os serviços de saúde com sintomas de febre e/ou qualquer sintoma respiratório ou pessoas assintomáticas que vieram de áreas de riscos, como Belo Horizonte, São Paulo ou Rio de Janeiro.

Desses, estão em investigação 109 casos da doença. e já foram descartados 16 casos suspeitos. Nenhum caso de coronavírus ainda foi confirmado na cidade.

Veja também: Conselheiro Lafaiete soma 107 casos suspeitos de coronavírus

Comentários do Facebook

Receba notícias do Mais Minas através do nosso grupo oficial do WhatsApp. Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequado. Participe: ENTRAR.

Faça parte também das nossas redes sociaisFacebook e Instagram. Siga o Mais Minas no Google Notícias clicando aqui.