Prefeitura de Mariana lança “Disk Aglomeração”, para denunciar quebras do isolamento

A cidade de Mariana, na região dos Inconfidentes, é uma das três cidades mineiras que já registraram óbitos causados pelo coronavírus (COVID-19), além de ter, atualmente, dois casos confirmados da doença. Apesar disso, muitas pessoas e comércios insistem em não respeitar o isolamento e seguem vivendo normalmente, colocando a saúde de si mesmos e do próximo em risco. Por isso, a prefeitura da cidade decidiu lançar o “Disk Aglomeração”, um canal que permitirá que a população denuncie situações de aglomeração de pessoas e funcionamento indevido de estabelecimentos comerciais.

A medida foi anunciada na manhã desta segunda-feira (6), e funcionará pelo número de WhatsApp (31) 99707-4122. Mais informações podem ser encontradas no site da prefeitura (http://mariana.mg.gov.br/), ou pelo WhatsApp Responde, no número (31) 99712-4008.

Prefeitura de Mariana lança "Disk Aglomeração", para denunciar quebras do isolamento
Crédito da imagem: Prefeitura Municipal de Mariana/Divulgação

Coronavírus em Mariana

A cidade de Mariana é, junto de Belo Horizonte e Uberlândia, uma das únicas três cidades mineiras com óbitos confirmados tendo o coronavírus como causa. A vítima fatal foi um paciente de 44 anos cujo falecimento aconteceu no último dia 30 de março. De acordo com o secretário de saúde, Danilo Brito, o homem não fazia parte de grupos de risco.

A Secretaria de Saúde do município informa que, até agora, foram notificados 37 casos de infecção humana pelo COVID-19. Destes casos, 15 estão em investigação como suspeitos, 17 descartados, dois casos confirmados, dois óbitos suspeitos, além da morte confirmada.

Veja também: Estudante da UFOP é encontrado sem vida e primeiro exame para Covid-19 dá negativo

Comentários