Presidente da Ceasa MG desmente vídeo compartilhado por Bolsonaro

O presidente da Central de Abastecimento (Ceasa) de Minas Gerais, Noé Xavier da Silva, desmentiu o vídeo compartilhado pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, sobre um suposto desabastecimento de produtos na Ceasa-MG. Na filmagem, um homem que se identifica como funcionário da Central, mostra o pátio do local vazio e atribui a falta de produtos ao isolamento instaurado para brecar a transmissão do novo coronavírus (COVID-19). Mas na realidade, segundo Noé Xavier da Silva, o local estava vazio por estar sendo limpo.

Após a repercussão da inveracidade da notícia, Jair Bolsonaro apagou o tweet no qual culpava o isolamento, o qual já se mostrou ser contrário, além de atacar governadores que apoiam a adoção da quarentena. Mas a internet foi mais rápida e logo passou a compartilhar prints da publicação do presidente, que chegou a 472 mil visualizações, 31 mil curtidas e quase 9 mil retweets antes de ser apagada.

O presidente da Ceasa-MG, Noé Xavier da Silva, gravou outro vídeo explicando o porque de o local estar vazio no momento da filmagem.

“Ontem, 31 de março, enquanto a Ceasa realizava a limpeza do mercado livre do produtor, circulou pela internet um vídeo indicando desabastecimento em nosso entreposto. Esse fato não é verdade, o mercado segue firme e abastecido para garantir a alimentação para mais de 400 municípios de Minas Gerais”, afirma o presidente da Central, no vídeo.

Assista a fala de Noé:

Nota oficial

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), que administra a Ceasa, publicou nota oficial de esclarecimento sobre o assunto. Leia na íntegra:

“A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) esclarece que desde o dia 12 de março – quando foi decretada pelo Governo do Estado a situação de emergência em saúde pública em razão do surto de doença respiratória causada pelo Coronavírus (Covid-19) – segue monitorando, diariamente, as ações da Ceasaminas e afirma que o fluxo de abastecimento segue normal.

Ontem, 31 de março, circulou pela internet um vídeo indicando o desabastecimento no entreposto da Grande BH, localizado Contagem. A Seapa afirma que a informação é inverídica. A limpeza do Mercado Livre do Produtor (MLP), local em que o vídeo foi gravado, é realizada todas as terças, quintas e sextas-feiras, no período da tarde, e aos finais de semana. Não é permitido no momento da limpeza a permanência das caixas com os alimentos.

Informamos, ainda, que a Secretaria e suas vinculadas (Emater-MG, Epamig e Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA) estão realizando o monitoramento da produção agropecuária no Estado, visando identificar possíveis impactos no processo de produção e abastecimento de alimentos. O levantamento e a sistematização das informações serão acompanhados semanalmente e atualizados uma vez por mês.

O relatório da segunda quinzena de março, apresentado ao Comitê Extraordinário Covid-19, aponta situação de normalidade, sinalizando não haver impacto significativo da pandemia, nas produções dos principais grãos (soja, milho, feijão e sorgo); café, frutas e olerícolas; e carnes (bovina, suína e aves). O levantamento está disponível no site da Seapa.”

Veja também: Segurança alimentar em tempos de pandemia

Comentários