Em entrevista coletiva, prefeito Júlio Pimenta anuncia medidas de prevenção do coronavírus em Ouro Preto

O prefeito de Ouro Preto, Júlio Pimenta, fez uma coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira (17), para anunciar as medidas preventivas contra a pandemia do coronavírus. Dentre as medidas adotadas pela prefeitura foi a suspensão das aulas nas escolas municipais a partir da próxima quarta-feira (18), por tempo indeterminado. Também será oficializado um Comitê Técnico Coronavírus para trabalhar em medidas de confronto com a doença.

Esse Comitê foi formado há duas semanas atrás, quando surgiu o primeiro caso suspeito de coronavírus em Ouro Preto, por representantes da Secretaria de Saúde, além de pessoas ligadas à Universidade Federal de Ouro Preto, Santa Casa e Unimed.

Instituições de ensino

As atividades acadêmicas da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) foram suspensas até o final de março em reunião extraordinária do Conselho Universitário da UFOP nesta terça. O Instituto Federal de Minas Gerais de Ouro Preto também anunciou a paralisação das atividades por 15 dias. Já a Rede particular de ensino foi orientada a tomar medidas preventivas como as outras instituições.

Semana Santa

Quanto a Semana Santa, o prefeito Júlio Pimenta disse que está aguardando um posicionamento da Arquidiocese de Mariana, que é a responsável pela organização das celebrações.

Museus

O Museu Casa dos Inconfidentes, único museu sob responsabilidade da administração municipal, estará com visitação suspensa a partir desta quarta-feira, assim como o Museu de Mineralogia da Escola de Minas e o Museu Casa dos Contos, que também já se encontram de portas fechadas. A diretora do Museu da Inconfidência também anunciou a suspensão das atividades a partir de amanhã. A recomendação é para que os demais museus da cidade também adotem medidas preventivas.

Coronavírus em Ouro Preto

Ouro Preto tem quatro casos suspeitos de coronavírus e que seguem aguardando o resultados dos exames. O prefeito de Ouro Preto disse que é inevitável que o vírus chegue até a cidade histórica. “É importante adotar medidas de combate ao vírus antes que ele se propague pela nossa comunidade. Inevitavelmente, sabemos que ele chegará, mas temos que evitar ao máximo a sua disseminação, protegendo a nossa população”, disse Júlio Pimenta.

Até o último Informe Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, na segunda-feira (16), havia confirmado seis casos da doença e 420 casos em investigação no estado.

Veja também: Em live no Facebook, Kalil anuncia medidas da prefeitura de BH para prevenção do coronavírus

Comentários