Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro

Apesar de ter sido marcado pelo carnaval, fevereiro trouxe muitos lançamentos para o rap nacional. Como fazemos todos os meses, listamos aqui os principais discos lançados no mês anterior. Confira:

Derek: Ícone 

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: Divulgação/Derek

– Lançado dia 13/02

– 11 faixas

– Feats: A$AP Ant, Dfideliz, Jé Santiago, Mc Igu, Lucas Silveira, Konai e outros

Membro da Recayd, Derek é o artista que mais simboliza o grupo. Presente em praticamente todas as músicas do coletivo, é impossível falar de um sem pensar no outro. Apesar disso, o rapper também tem uma grande carreira solo. O seu primeiro disco, Paris, é extremamente aclamado pelos fãs de trap do Brasil e foi lançado em 2016, uma época em que essa vertente ainda estava se popularizando em nosso país. Ícone chega pouco mais de três anos depois para estabelecer o seu nome como um dos maiores do rap nacional e assumir a sua identidade como um verdadeiro ícone do gênero. O disco traz grandes participações, como as de Jé, Igu e Dfideliz, seus companheiros de grupo, e de Dalsin, Konai, Lucas Silveira (Fresno) , entre outros. Porém, o feat que mais chama atenção é o de A$AP Ant, membro do coletivo americano A$AP Mob, um dos mais influentes do rap mundial. Lotto, Paiva e Nagalli foram alguns dos produtores que deixaram suas batidas no disco.  

DomLaike: IVMola Tape

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: DomLaike

– Lançado dia 19/02

– 15 faixas

– Feats: MD Chefe, Luka Luka, Cax Camp, Bin, NGC Flacko e outros

DomLaike é um jovem e promissor rapper e produtor carioca. Membro do coletivo Offlei, ele vem lançando diversas músicas ao longo do último ano, principalmente em colaboração com o MD Chefe. A dupla foi citada na lista de dez promessas do rap pra 2020, que você conferir clicando aqui. Em fevereiro, Dom lança seu primeiro grande trabalha, a IVMola Tape, mixtape que faz referência à um dos tênis mais famosos da história da Nike, e ícone dos anos 2000, o Nike Shox, que ficou conhecido no Brasil como quatro mola. Esse trabalho vem para exaltar o estilo de vida que é definido pelo artista como TGL, ou Tega Grife Life, e que exalta grife, jóias, grana moda e rima. A produção é quase toda dele e nos feats temos a presença de vários nomes da nova cena do trap carioca, como NGC Flacko, o já citado MD Chefe, Bin, Cax Camp e outros.

Yunk Vino: 237

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: Yunk Vino

– Lançado dia 14/02

– 16 faixas

– Feats: JayA Luuck, Axante e Akilla

237 é a nova mixtape do Yunk Vino. O promissor artista lança esse trabalho para fechar o que considera ser uma trilogia de projetos, que também conta a mixtape Off e o EP Wish. Vino é outro rapper que foi citado em nossa lista de promessas para 2020. Com poucas participações, esse novo trabalho traz 14 faixas solo e é o primeiro lançado depois que ele ganhou destaque à nível nacional. A faixa ‘Só Quando Ela Me Quer’, produzida por Rubro e com participação de Duzz e JayA é a de maior sucesso até aqui, contando com quase 500 mil visualizações no YouTube.

Florence: Essencial

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: Florence

– Lançado dia 05/02

– 10 faixas 

– Sem participações

Verdadeiro workaholic, Florence é um dos caras que mais lançam músicas no rap nacional. Essencial é o seu décimo trabalho lançado em cerca de cinco anos. Um Passo do Céu, Peleia e O Incrível Mundo de Flowers foram os três anteriores. Nessa nova mixtape, o artista vem com um projeto totalmente solo e que dá continuidade ao que ele já vinha lançando anteriormente. O bom uso do autotune e a estética que imprime em suas faixas são algumas de suas marcas registradas. Para marcar esse lançamento, Selvagem, a quinta track da mixtape, veio acompanhada de um clipe. No nome das faixas vemos referências que vão desde grupos musicais, como Tame Impala, à jogos de videogame, como San Andreas e Vice City.

Nill: Lógos Multiverse 

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: Nill

– Lançado dia 21/02

– 8 faixas 

– Feats: Ocram42, Jacquelone, Feliblack, Dro e outros

Nill é um dos rappers mais talentosos que ascenderam na cena nacional nos últimos anos. Após ganhar fama com o álbum Regina, no ano passado ele lançou Lógos, que também foi extremamente aclamado. Com o intuito de descobrir novas possibilidades dentro de músicas já conhecidas do público, o rapper paulista lançou em fevereiro Lógos Multiverse, um disco composto de versões remix de faixas do Lógos. A capa desse novo trabalho foi desenhada por diversos ilustradores, que representaram o Nill em diversos estilos. Ocram42, Jacquelone, Feliblack, Dro, Bon, HG On The Beat, Lunn e Vikos são os produtores responsáveis pelos remixes do álbum. 

Sidoka: Merci

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: Divulgação/Sidoka

– Lançado dia 18/02

– 18 faixas 

– Feats: Chris, DaLua, The Boy, Denov, Bagin e outros

Ícone da cena mineira e um dos nomes mais populares do rap nacional, Sidoka dispensa muitas apresentações. O belorizontino vem roubando a cena desde o fim de 2018 e vive o auge de sua carreira. Merci é seu novo álbum e chega para suceder Doka Language, grande sucesso de 2019. Para esse novo trabalho, Doka juntou um time de peso, que conta com grandes nomes do trap do nosso país, como Denov, DaLua, The Boy e Chris. Sucesso desde sua prévia, a faixa ‘Qq cê tá insinuando’ é a de maior destaque até aqui, contando com quase quatro milhões de visualizações no YouTube. Dogdu, Aka Rasta, Nagalli e Lotto são alguns dos nomes que compõem a produção de Merci.

WillsBife: Febre Amarela

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: Divulgação/Wills Bife

– Lançado dia 14/02

– 14 faixas 

– Feats: Flora Matos, Don L, Sain, Coruja BC1, Sos, Ogi e outros

Um dos produtores que mais movimentam a cena, WillsBife chega com seu primeiro disco. Trazendo participações de nível altíssimo, Febre Amarela é um prato cheio para quem busca ouvir algo bem versátil. Elaborado nos últimos três anos, o álbum traz desde medalhões do rap como Ogi, Lino Krizz e Don L à promessas da nova geração, como ONNiKA, Yunk Vino e Ebony. O destaque desse trabalho fica para o excelente trabalho de curadoria que o Wills teve para selecionar bem o time que compôs à obra e as escolhas para que os rappers de cada faixa tivessem estilos harmônicos.

Jé Santiago: O Bagulho é Trap

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: Jé Santiago

– Lançado dia 28/02

– 7 faixas

– Feats: Dfideliz e Derek

Outro rapper da Recayd que lançou disco em fevereiro foi o Jé Santiago. Esse trampo encerra essa leva de álbuns solo do grupo, já que Igu e Dfideliz lançaram os seus no mês anterior. Bem curto, esse trabalho traz apenas sete faixas. Nas participações, apenas seus parceiros Fideliz e Derek. Composto apenas por faixas inéditas, esse projeto dá sequência à série de singles que o artista lançou nos últimos anos. Seu último trabalho solo havia sido ‘Re: Ciclo, Lado A’ lançado no fim de 2017. A produção de O Bagulho é Trap ficou toda por conta do Nagalli, parceiro de longa data do Jé. Com o lançamento de ‘OBÉT’ foi anunciada uma pausa nos shows coletivos da Recayd para que os membros possam estar fazendo apresentações sozinhos e divulgando seus novos discos. Fica a expectativa para um futuro novo disco do grupo.

Big Rush: Ad Rb

Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em fevereiro
Crédito da foto: Divulgação/Big Rush

– Lançado dia 22/02

– 20 faixas 

– Feats: Matheus Coringa, Bin, Tino the Cria, Fleepo e outros

Ad Rb é o lado B do disco do Big Rush. Lançado no mês passado e comentado aqui, ‘Antes do Rush!’ é a parte A do projeto. Somados os dois lados, esse álbum acaba sendo composto por mais de 40 faixas, lançadas em um período de pouco mais de um mês. Jovem nome do trap carioca, Rush é membro da antiga Fire Gang, que acabou se dissolvendo. Ao contrário da primeira parte, essa segunda parte traz bem mais participações. O destaque fica pra faixa ‘Discípulos de Patrick Horla’, que conta com a participação de Matheus Coringa e faz referência ao polêmico rapper goiano, Patrick Horla, que com sua pegada horrorcore causou muitas discussões na cena nacional. 

Para poder conferir mais conteúdo sobre o rap nacional, fique ligado aqui na Rima em Prosa, nossa coluna voltada para o rap e a cultura Hip-Hop. Todas às quartas-feiras publicamos aqui uma nova entrevista com algum dos principais nomes do gênero. Nas últimas semanas publicamos matérias com Ecologyk, Budah, Duzz e Aka Rasta, confira.

Deixe seu comentário