Quais as posições mais carentes no elenco do Cruzeiro?

Com a paralisação no futebol mundial por causada da pandemia do novo coronavírus, o Cruzeiro segue se movimentando apenas nos bastidores, visto que o time passa por uma segunda reformulação em três meses. A primeira veio da mudança entre 2019 e 2020, com readequação salarial e entrada e saída de jogadores. Agora, após trocar de treinador, Adilson Batista foi demitido e Enderson Moreira contratado para o seu lugar, o time busca reforçar o elenco para a disputa da Série B do Brasileirão, ainda sem data estimada de início.

Com a virada de chave na temporada é possível que alguns jogadores deixem o clube ou, no caso dos jovens, retornem às categorias de base, enquanto outros devem chegar. Pensando nisso, resolvemos analisar quais as posições mais carentes no elenco do Cruzeiro.

Goleiro

O gol é, por mais um ano, uma posição bem servida no Cruzeiro. Fábio segue intocável na meta celeste, mas agora sem Rafael, que deixou o clube. Vitor Eudes, da base, ascendeu ao posto de reserva imediato e pode aproveitar as prováveis poucas oportunidades que terá no ano para adquirir experiência. Outro arqueiro formado na base que deve retornar ao clube é Lucas França, que está emprestado ao Ceará.

Lateral direita

A ala direita é, sem dúvidas, uma das posições mais carentes do elenco Cruzeiro. Atualmente o time só conta com Edílson e Valdir, jovem da base celeste. Contratado recentemente, o volante Jean também pode fazer a função. Jadsom, meio campista do time, também jogou na lateral nessa temporada. Mas se sabe que a Raposa não pode ficar a mercê de improvisações. E visto que Edílson tem histórico de lesões e suspensões e que Valdir não se mostrou pronto, reforçar a posição é importante.

Zaga

A zaga celeste é hoje uma das posições mais bem servidas do time. Cacá, Léo, Arthur, Paulo e Edu iniciaram a temporada como opções e viram Ramon e Marllon chegarem para reforçar a equipe. É improvável que novos atletas sejam contratados para a função. Além disso, apesar dos imbróglios, Dedé segue no clube, se recuperando de lesão.

Lateral esquerda

Outra posição muito carente do elenco. João Lucas, contratado para a temporada, e Rafael Santos, revelado no clube, se mostraram aquém do nível exigido e escancararam a carência na posição. Para resolver o problema, o Cruzeiro negocia com Dodô, que esteve no elenco na última temporada e pode acertar seu retorno após ter deixado o clube.

Quais as posições mais carentes no elenco do Cruzeiro?
João Lucas foi o jogador mais criticado pela torcida do Cruzeiro neste início de 2020 – Crédito da foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Volante

A posição começou muito desfalcada no início do ano, tendo chegado ao ponto do zagueiro Edu jogar improvisado na função. Mas o retorno de Ariel Cabral e a contratação de Jean, somados aos jogadores que já estamaktvam no clube, caso de Jadsom, Filipe Machado, Pedro Bicalho, Maktom e Adriano, encorparam o setor. Ainda pode se dizer que falta um nome de respeito, mas não e necessário fazer loucuras para essa posição.

Meio

Para a armação, o time conta com Maurício, Marco Antônio, Robinho e Everton Felipe. Dentre estes, Robinho talvez seja o mais cotado para assumir a função de camisa 10, mas a verdade é que faz muito tempo que o jogador não atua com destaque jogando dessa forma. Marco Antônio ainda está longe de poder assumir tal responsabilidade e Everton Felipe, apesar de escalado na função por Adilson Batista, claramente não é esse jogador. Maurício talvez fosse a melhor opção, mas resta saber como Enderson Moreira irá utilizá-lo, visto que Adilson o escalava isolado na ponta direita.

O Cruzeiro já demonstrou estar no mercado atrás de um camisa 10. Régis, do Bahia, é o mais cotado e negocia com o clube. Apesar da necessidade para a posição, talvez mais tempo de jogo para Maurício fosse o suficiente para que ele amadurecesse e dominasse a posição, que é onde ele melhor rendeu até então.

Maurício Cruzeiro
Maurício talvez seja o 10 que o Cruzeiro tanto procura – Crédito da foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Pontas

Jogadores de lado de campo são outro problema para o Cruzeiro. Maurício e Everton Felipe vinham jogando na função, mas sem muito destaque. O primeiro por estar claramente fora de posição e o segundo por desempenho ruim. Como opções, a Raposa conta hoje com Jhonata Robert, os formados na base Alexandre Jesus, Welinton e Caio, e o recém contratado Iván Angulo. Ou seja, apesar de variadas, as opções não são, pelo menos ainda, de grande calibre. Talvez seja necessária uma ou duas contratações para a posição.

Ataque

No comando do ataque, o Cruzeiro está bem servido. Marcelo Moreno é o titular absoluto e tem o jovem Thiago como opção imediata. O promissor Vinícius Popó corre por fora e pode ganhar maiores oportunidades com Enderson Moreira. Roberson e Judivan também são opções no elenco, mas já demonstraram não ter condições de atuar no nível exigido na Raposa.

Veja também: Relembre as camisas do Cruzeiro na década; vote na mais bonita

Comentários