Quais as tendências tecnológicas para 2020?

Em 2019, as principais tendências tecnológicas estiveram relacionadas aos smartphones e aos objetos inteligentes (como pulseiras, relógios e até equipamentos para casa). Celulares com mais de uma câmera e que possuem muitos sensores conquistaram os consumidores. De fato, nos últimos anos, os smartphones evoluíram muito rápido de modo que, atualmente, aparelhos medianos fazem fotos com qualidade altíssima.

Além disso, os brasileiros foram agraciados com a volta da marca chinesa Xiaomi ao país, que mesmo chegando na metade do ano, se popularizou devido aos aparelhos com ótimo custo-benefício. Para além dos celulares, fones de ouvido cada vez menores, mais compactos e de maior qualidade foram ganhando espaço em 2019.

O que está por vir?

Para 2020, as tendências tecnológicas estão mais ligadas aos aparelhos vestíveis (wearables) como pulseiras, relógios e óculos inteligentes do que aos smartphones, embora estes continuarão a sofrer mudanças ao longo dos anos. Isso porque as tecnologias vestíveis, conectadas aos smartphones, desempenham funções como monitoramento da saúde, auxílio na prática de esportes, entretenimento através de realidade virtual (VR) e outras coisas mais. Assim, elas estão se tornando cada vez mais acessíveis e caindo no gosto do brasileiro.

É preciso lembrar que tendência tecnológica não significa necessariamente inovação, embora as duas palavras estejam interligadas. As tendências estão mais ligadas ao consumo e à popularidade dos aparelhos do que à inovação e evolução. Por exemplo: um dos primeiros aparelhos a ter câmera traseira dupla (com 2 lentes) foi o HTC One (M8), lançado em 2014. No entanto, a característica das câmeras duplas, triplas ou quádruplas (e por aí vai…) só foi aceita e popularizada anos depois, e em 2018/2019 se tornou tendência.

As empresas entenderam que a câmera se tornou uma função importante para os consumidores, e muito provavelmente continuarão a investir nelas. Com isso, quem ganha é o consumidor: quando a evolução é rápida, novos aparelhos surgem com mais frequência e com pouco tempo de lançamento se tornam acessíveis ao bolso do cliente.

E o que mais esperar de 2020?

Por fim, tecnologias inteligentes e assistentes virtuais como a Cortana, Siri, Alexa e Google Assistente, estão ganhando espaço nas casas dos brasileiros. Através de caixinhas de som (ou alto-falantes inteligentes) é possível controlar a casa e exercer funções como abrir as cortinas, ouvir músicas e notícias, desligar e ligar a luz, controlar a TV, câmeras, fechaduras e até robôs aspiradores de pó, somente ao falar com a assistente virtual. Toda essa automação através do reconhecimento de voz só está disponível, é claro, se você estiver sempre conectado.

Quais as tendências tecnológicas para 2020?
Google Home – Crédito da foto: Google/Divulgação

O aparelho mais “popular” nesse sentido é o Google Home, que usa a voz da Google Assistente para se comunicar com o usuário e realizar as tarefas. O Google Smart Home Mini pode ser encontrado por cerca de R$ 250,00. No entanto, para que a casa fique completamente automatizada, é necessário muito mais investimento. Ao longo do tempo, a tecnologia vai se tornando muito mais descomplicada e possível. Basta olhar ao nosso redor.

Veja também: Gestor de mídia sociais é um dos cargos em alta para 2020

Comentários estão fechados.