Na busca por profissionais qualificados para integrar a nobre Carreira Tributária e Aduaneira, a Receita Federal do Brasil promove um Concurso Público que visa preencher expressivas 699 vagas. Este certame, um evento de grande relevância no cenário nacional, passou por uma nova rodada de aprimoramentos e retificações, solidificando seu compromisso com a excelência e a transparência.

No último dia 11 de outubro de 2023, por meio do documento de retificação III, determinou-se a suspensão das próximas etapas do certame, instaurando um período de 48 horas para análise e ajustes necessários. Essa medida demonstra a seriedade e a responsabilidade da Receita Federal em garantir um processo seletivo justo e íntegro.

Dentre as oportunidades oferecidas, destacam-se os cargos de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil, com 230 vagas, e Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil, contemplando 469 vagas. É salutar mencionar que, dentro dessa cifra substancial, reservam-se vagas para candidatos que atendam aos critérios específicos previstos no edital, enaltecendo a meritocracia e a equidade no acesso às oportunidades.

+ Governo de Minas realiza processo para seleção de 21 assistentes sociais e 42 psicólogos

Os servidores a serem contratados, munidos de formação superior, terão direito a remunerações condizentes com suas atribuições, variando entre R$ 11.684,39 e R$ 21.029,09, conforme a função desempenhada, alinhando-se com a relevância de suas atividades no âmbito da Receita Federal.

O processo de candidatura, um marco crucial nesse certame, transcorreu até às 16h do dia 25 de janeiro de 2023, mediante a plataforma online da FGV, instituição responsável pela execução do concurso. Os candidatos, investindo no seu futuro profissional, cumpriram as exigências estipuladas, incluindo o pagamento da taxa de inscrição, que se situou entre R$ 115,00 e R$ 210,00.

A seleção dos concorrentes será pautada por diferentes etapas de avaliação, delineando um processo criterioso e abrangente. A Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será um marco decisivo nesse itinerário, aliada à Prova Discursiva, também de caráter eliminatório e classificatório. A análise da Pesquisa de Vida Pregressa, etapa de natureza eliminatória, e o Curso de Formação Profissional completam esse arcabouço seletivo.

A alvorada desse desafio ocorreu com a Primeira Etapa do concurso, realizada em todas as capitais do País, excludente apenas para a Pesquisa de Vida Pregressa, conduzida de forma online. A Segunda Etapa, com o cenário já desenhado pela dinâmica do ensino a distância (EAD), contempla uma modalidade síncrona e assíncrona, permitindo uma abrangência territorial significativa. Os polos de aplicação das provas presenciais foram estrategicamente distribuídos em cinco localidades: Brasília/DF; Manaus/AM; Recife/PE; São Paulo/SP; e Curitiba/PR.

Neste contexto, a data inaugural para a aplicação da primeira prova foi marcada para 19 de março de 2023, um momento de tensão e dedicação para os candidatos, que foram desafiados com questões abrangentes de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Raciocínio Lógico Matemático, Estatística, Economia e Finanças Públicas, Administração Geral, Administração Pública, Auditoria, Contabilidade Geral e Pública, Fluência em Dados e Conhecimentos Específicos.

A grandeza e a importância desse certame são refletidas também no prazo de validade do concurso, estipulado em 24 meses, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final no Diário Oficial da União. Uma prorrogação, única e exclusivamente, poderá estender este período por mais 24 meses, reiterando o compromisso da Receita Federal do Brasil em manter uma equipe capacitada e eficiente para o desempenho de suas nobres atribuições no serviço público.

COMENTÁRIOS
Share.

Sócio proprietário e fundador do Mais Minas e jornalista em formação pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Redator de cidades, tecnologia e política, além de link builder.