Torcedor do Cruzeiro deve perdoar Henrique?

Um velho conhecido da torcida do Cruzeiro, Henrique voltou à Toca da Raposa e, em sua primeira entrevista após o retorno, pediu desculpas para os torcedores. O volante foi multicampeão com a camisa azul celeste, mas também foi um dos titulares no rebaixamento inédito do clube no ano de 2019. Em 2020, o jogador foi emprestado ao Fluminense, mas não durou nem uma temporada completa e já voltou para Belo Horizonte.

Em suas primeiras palavras após o retorno, Henrique justificou sua ida ao Fluminense dizendo que seria uma solução pela carga que carregou pelo rebaixamento, mas que se enganou. “Momento muito difícil, mas emocionante ao mesmo tempo. Voltar para o Cruzeiro, como o Léo e o Fábio disseram, é um lugar que eu nunca deveria ter saído. Às vezes a gente age por impulso e por pensar que as cargas que nós carregamos do ano passado foram muito pesadas. Achamos que saindo seria uma solução para minha vida, mas infelizmente eu pude comprovar que não é real, pois o corpo foi e alma ficaram. Aqui agora está um cara de coração aberto, porque eu errei muito na vida e sei das minhas falhas, dos erros que cometi, mas tenho fé em Deus e peço perdão por esses erros”, disse o volante.

Henrique chegou ao Fluminense em janeiro deste ano por empréstimo até o final da temporada 2020 e atuou em sete partidas. Na negociação, o volante renovou seu contrato com o Cruzeiro até 2021 para ser emprestado ao clube carioca e pensando em um retorno posteriormente para encerrar a carreira na Raposa, onde jogou por 12 anos. “Estou aqui neste momento de coração aberto, de alma aberta, desde o inicio que você (Sérgio Santos Rodrigues) falou que era para eu estar aqui, e eu disse que o coração falaria mais alto. O coração falou mais alto, e estar aqui é um momento alegria e satisfação, de ouvir meus companheiros. Se eu decepcionei o torcedor cruzeirense pelo ano passado, pelo rebaixamento, me perdoem, pois sou falho, sou humano e tenho minhas parcelas, sim. Mas vocês viam o quanto eu lutava, me dedicava e cobrava, como o Léo também fazia, o Fábio, representando dentro de campo”, declarou o jogador.

Citando Fábio e Léo, Henrique também irá se enquadrar na realidade financeira do clube. O retorno do jogador já era algo pensado há tempos no Cruzeiro, mas, com o aval do Fluminense, a volta do atleta se deu agora. O volante é um jogador experiente, com grande identificação com o time e importante peça no meio de campo, fazendo com que o treinador Enderson Moreira veja com bons olhos a chegada de uma nova opção para o meio de campo cruzeirense.

Entretanto, parte da torcida do Cruzeiro não aprova o retorno de Henrique, como foi visto nos comentários na postagem do anúncio feito pelo clube mas redes sociais. Foi possível ver torcedores dizendo “não comemoro”, “isso é triste” e etc.

Pode parecer sintomático o Cruzeiro preservar com jogadores titulares na queda do clube para a segunda divisão, mas a história nem sempre foi essa. Assim como Léo e Fábio, Henrique tem anos de carreira na Toca da Raposa, esteve com o time em tempos difíceis e gloriosos, tem identificação com o escudo e merece a chance do perdão do torcedor cruzeirense. Além de tudo isso, a Raposa fortalece seu meio de campo e equipe titular como um todo, somando mais jogadores de nível série A para disputar a divisão de acesso do Campeonato Brasileiro.

Veja também: Saiba tudo sobre Raúl Cáceres, o novo lateral-direito do Cruzeiro

Comentários estão fechados.