Duplicação da rodovia que liga Mariana a Brumadinho gerará 9 mil postos de trabalho

Na manhã desta quinta-feira (30), o prefeito de Mariana, Duarte Júnior, anunciou a duplicação da rodovia que liga a cidade de Mariana a Brumadinho. A medida será iniciada a partir da assinatura do acordo entre o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e o Governo do Estado e atrairá futuros investimentos. Nas palavras do prefeito, a ação afetará positivamente Mariana, bem como todo o estado de Minas Gerais.

Em seu pronunciamento, Duarte afirmou que o projeto está sendo discutido há algum tempo entre o BDMG, junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Governo Federal e Governo do Estado. O chefe do Executivo demonstrou muita satisfação ao anunciar a duplicação da rodovia. “É uma notícia que vai transformar a nossa realidade. As duas cidades terão essas medidas, que irão compensar uma parcela do que ambas vêm sofrendo pós-rompimento. Essa duplicação vai trazer para a nossa região investimentos que mudarão a realidade do nosso município” disse o prefeito, destacando, ainda, a situação atual, com a pandemia do novo coronavírus. “Em um momento tão difícil como este, essa é uma excelente notícia. Tenho a certeza que marcamos o nosso nome para a eternidade na história de Mariana, com este projeto que vai ficar para a história do Brasil”.

DUPLICAÇÃO DA RODOVIA QUE LIGA MARIANA A BRUMADINHO As nossas rodovias serão duplicadas. A ação acontece até a cidade de Brumadinho e é uma medida que lutamos para conquistar. Quem acompanha, de forma séria, as ações do Executivo, sabem do esforço de cada servidor público em buscar por estas melhorias. Com este feito, sabemos que mais mudanças baterão em nossas portas. Além da geração de cerca de 9 mil postos de trabalho, será mais um marco dos que lutam para transformar Mariana numa cidade melhor, ampliando estes benefícios para todo o estado. Que Deus abençoe a todos!

Posted by Duarte Júnior on Thursday, April 30, 2020

O prefeito Duarte Jr. ainda informou que a obra deve gerar cerca de 9 mil postos de trabalho.

O BDMG será o órgão responsável por coordenar e integrar os estudos de viabilidade necessários à modelagem do projeto, bem como apoiar a secretaria estadual. Ainda de acordo com o que foi divulgado, as ações também têm como foco a dinamização da economia e do turismo nas duas cidades. A previsão do lançamento do edital e assinatura do contrato é para até o final do próximo ano e o cronograma já leva em consideração o período de isolamento social.

Há uma reunião prevista para acontecer na próxima semana, na sede do BID, em Brasília, e reunirá representantes dos municípios, estado e banco, para discussão das garantias e demais assuntos referentes ao projeto.

Comentários