Saiba porque a resistência do seu chuveiro queima frequentemente

Por

É comum a resistência dos nossos chuveiros queimarem, entretanto, não com tanta frequência. Existem uma série de razões para que isto aconteça e resolver este problema com seu chuveiro é mais simples do que muita gente imagina.

Entre diferentes tipos de duchas e chuveiros, com diferentes voltagens e potências, é preciso estar atento a alguns cuidados e ter conhecimento de algumas características do seu aparelho para não ter situações desagradáveis na hora de tomar o seu banho.

Para quem não sabe, a resistência é responsável por esquentar a água do chuveiro. Ela transforma energia elétrica em energia térmica, deixando seu banho quente.

Assim, o tamanho da resistência dita a quantidade de calor que ela gera, ou seja, quanto menor a resistência, mais calor é gerado, ou vice-versa.

É preciso estar atento a algumas negligências que podem ser responsáveis pela queima da sua resistência, confira:

Pouco volume de água 

É comum que as pessoas tentem aumentar a temperatura do chuveiro fechando quase que totalmente o registro, diminuindo o volume de água e automaticamente esquentando mais o banho. Entretanto, se o volume de água for muito baixo, a resistência pode queimar caso alguma parte dela fique fora da água.

Espiras encostadas

Quando uma espira da resistência encosta em outra, o ponto em questão aquece bem mais que o resto. Assim, nem mesmo a água é capaz de absorver todo o calor gerado, rompendo assim, a resistência elétrica do chuveiro.

É necessário sempre verificar as espiras antes de instalar o chuveiro. Se elas estiverem encostando, é preciso separa-las antes de fazer a ligação.

Troca de temperatura

A troca constante de temperatura também pode queimar a resistência. O correto e mais seguro é trocar a temperatura com o chuveiro desligado, evitando assim, a queima do mesmo.

Ar na tabulação hidráulica

Talvez você não saiba, mas o acúmulo de ar na tubulação de água também pode queimar o seu chuveiro. A pressão do ar pode fazer com que o chuveiro ligue sem que a água tenha chegado ao reservatório.

É preciso observar quando abrir o registro do chuveiro, se a água demora a sair, porque isto não é um bom sinal.

Tenha cuidado:

Quando for mexer no seu chuveiro, é necessário que tenha cuidado com sua rede elétrica. Sempre que este serviço for executado sem um profissional, é necessário seguir algumas medidas:

  1. Desligue o disjuntor ou chave fusível do quadro de distribuição de energia antes de iniciar a troca para não correr risco de choque;
  2. Utilize ferramentas específicas, que permitam trabalhar dentro da “cuba”;
  3. Adquira uma resistência de boa qualidade e com espirais bem espaçados, pois possuem melhor durabilidade;
  4. Fique atento no momento de escolher seu resistor! Aqueles que possuem a tensão de  110 V ou 127 V queimarão se ligados numa rede de 220 V. No caso inverso, ligar um resistor de 220 V na rede de 110 V ou 127 V, a água não irá esquentar tanto.

Deixe seu comentário

Postado em 21 de agosto de 2019