The news is by your side.

Samarco conclui com êxito descaracterização da Cava do Germano, em Mariana

A Samarco finalizou recentemente o processo de descaracterização da cava do Germano, localizada em Mariana (MG). Esse marco foi alcançado com êxito, respeitando todas as diretrizes técnicas, ambientais e legais. A obra foi concluída antes do prazo previamente estabelecido para outubro de 2023, em acordo com órgãos estaduais e federais. O investimento total para essa empreitada foi de aproximadamente R$ 400 milhões.

Reuber Koury, diretor de Projetos, Segurança e Meio Ambiente, expressou que essa realização não apenas cumpre obrigações legais, mas também destaca o compromisso da empresa com a evolução na gestão de rejeitos. A Samarco reafirma seu empenho em buscar inovações e soluções que minimizem o impacto ambiental.

“Cumprimos o compromisso assumido com os órgãos públicos, sobretudo com a sociedade, de descaracterizar a estrutura, sem riscos às comunidades, aos territórios, às nossas pessoas, e reduzindo os impactos ao meio ambiente. Mais do que atender a um requisito legal, este foi um processo de muito aprendizado e evolução em nossa gestão de rejeitos. Seguimos comprometidos com a inovação, estudando e buscando novas formas de disposição de rejeitos”, ressaltou o diretor de Projetos, Segurança e Meio Ambiente, Reuber Koury.

Reuber Koury - Crédito: Alexandre Rezende
Reuber Koury – Crédito: Alexandre Rezende

A empresa já restabeleceu suas operações sem a utilização de barragens para disposição de rejeitos, reforçando seu compromisso com a segurança e sustentabilidade.

+ Samarco planeja dobrar produção até 2025 e 3 mil empregos serão gerados

O processo de descaracterização da cava foi iniciado em 2019, antecedendo as atuais regulamentações para estruturas do tipo a montante. Essas etapas rigorosas foram supervisionadas por auditorias externas, incluindo o Ministério Público de Minas Gerais, além de consultores independentes do Independent Tailings Review Board (ITRB). Tecnologias avançadas foram empregadas durante o processo, como drones com capacidade de escaneamento a laser mesmo em áreas vegetadas.

A transparência norteou o processo, com dados sendo compartilhados com órgãos públicos e auditorias. Durante as obras, medidas de controle e redução de impacto foram adotadas, abrangendo recomposição vegetal, monitoramento de qualidade da água, controle de ruídos e atmosférico.

A execução das obras mobilizou cerca de 4 mil pessoas no ápice dos trabalhos, com uma prioridade na contratação de mão de obra local, atingindo aproximadamente 60% dos profissionais da região.

A Samarco mantém seu avanço nas obras de descaracterização da barragem do Germano, com 65% das intervenções já concluídas em conformidade com o planejado e com padrões de segurança rigorosos. O prazo final para a descaracterização da barragem é maio de 2029, de acordo com o compromisso firmado com órgãos públicos. A empresa ressalta que todas as estruturas geotécnicas são continuamente monitoradas, garantindo estabilidade e segurança.