Após 100% de ocupação dos leitos de UTI, Santa Casa de Ouro Preto vive situação de urgência

De acordo com os dados divulgados pela nota técnica da Secretaria de Saúde de Mariana, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa da Misericórdia de Ouro Preto chegou a 100%, e os de isolamento é de 37,5%. A unidade hospitalar é referência regional, portanto a UTI atende também as cidades de Mariana e Itabirito.

O vereador de Ouro Preto, Chiquinho de Assis (PV), se manifestou pedindo para que a população ouro-pretana fique em casa e criticou a administração municipal durante a situação pandêmica. “Estamos com 100% dos leitos de UTI da Santa Casa ocupados por Covid-19 Se qualquer um de nós precisarmos agora, não há vagas. Belo Horizonte já está atuando com ocupação no limite também. A prefeitura não está agindo como deveria, não é constante nas Barreiras Sanitárias, não testa a população, parece se preocupar mais com propaganda do que com ações. Portanto, ajamos com a nossa consciência. Estamos entrando em colapso”, disse.

Segundo o Boletim Epidemiológico, divulgado pela Prefeitura de Ouro Preto, através da Secretaria Municipal de Saúde, nessa segunda-fera (20), são 243 casos confirmados de coronavírus na cidade, sendo 191 recuperados, um internado no hospital de campanha e nove na Santa Casa de Ouro Preto e 35 estão em isolamento domiciliar. Além disso, sete pessoas morreram por Covid-19 no município.

A Santa Casa de Ouro Preto tem 121 leitos, sendo 10 de UTI e outros 13 exclusivos para pacientes de Covid-19. Apesar de no Boletim Epidemiológico constar a ocupação de nove, a unidade também atende a moradores de outros municípios da região.

No site da Santa Casa de Ouro Preto, a própria unidade informou, em abril, a sua preocupação com as taxas de ocupação. “Atualmente a Santa Casa de Ouro Preto possui 121 leitos. A demanda de leitos de UTI para atender a microrregião já era grande e suprimida. Com a atual situação da pandemia, a expansão de leitos se tornou urgente. Frise-se que na qualidade de hospital de referência a Santa Casa se obriga a receber prioritariamente os pacientes da microrregião”, diz a nota da entidade, disponível aqui.

Mais leitos

Em abril, a Santa Casa divulgou que recebeu R$ 2.274.275 destinados para a criação de mais 25 leitos para atendimentos de pacientes em tratamento específico para infecções causadas por coronavírus, sendo 10 de UTI e 15 leitos clínicos. Esse recurso foi intermediado pela Secretaria de Saúde de Ouro Preto e conquistado através do Ministério Público do Trabalho e a Justiça do Trabalho que intermediaram recursos oriundos de acordos com a Samarco para a região dos Inconfidentes e municípios da Bacia do Rio Doce.

“Nesta oportunidade a Santa Casa agradece o empenho das autoridades envolvidas, em particular a Juíza do Trabalho, Dra. Graça Maria e o procurador do Ministério Público do Trabalho Dr. Geraldo Emediato. Agradeço também o compromisso dos prefeitos e secretários de saúde da nossa região para a manutenção desses leitos. A Santa Casa fará como é da sua obrigação, a prestação de contas dos recursos recebidos”, disse o provedor da Santa Casa de Ouro Preto, Marcelo Sérgio Gonçalves de Oliveira.

Errata: a Santa Casa não publicou nesta terça-feira (21) a respeito da entrega de novos leitos de UTI para Covid-19. A publicação foi realizada no dia 29 de abril, há quase 3 meses.

Veja também: UFOP realiza rastreamento de casos de Covid-19 em Ouro Preto

Comentários