AtléticoColunasEsporteFutebolOlhar Esportivo

Se fosse um pouquinho mais regular!

O time do Galo ocupa, hoje, a quarta posição no campeonato brasileiro e está 8 pontos do, até então líder, Santos. Ao acompanhar grande parte dos jogos do Atlético na temporada e tendo em mente algumas atuações em particular, como por exemplo: a vitoria sobre o Santos, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil e a recente vitória no clássico contra o Cruzeiro pelo Brasileirão, a impressão que tenho é a de que o time poderia estar neste momento em uma situação melhor se fosse, apenas um pouquinho, mais regular.

O time que teve uma melhora considerável desde a chegada do treinador Rodrigo Santana, consegue em alguns jogos, e jogos até difíceis, apresentar um futebol intenso, rápido, envolvente e até empolgante em alguns momentos, consegue também em outros jogos ser displicente, lento e inofensivo, a ponto de sofrer um empate após um primeiro tempo vencendo por 2×0 uma equipe até modesta, tal qual o Fortaleza.

  Com time reserva, Atlético perde em casa para o Bahia

O bom rendimento do time passa, muito, por alguns jogadores como Chará, Vinícius (que vem numa crescente e se firmando no time) e principalmente por Cazares. Esse último é um ótimo jogador, mas possui uma característica que costumo chamar de “jogador vaga-lume”, brilha muito em algumas partidas ou momentos de uma partida e some de uma hora pra outra, e essa característica do jogador parece influenciar e estar presente em todo o time durante a temporada. Se fosse mais “lume” e menos “vaga”(roso), o Atlético poderia estar ainda mais na briga pelo titulo do Brasileirão (digo estar mais pois acredito que ainda esteja) e quem sabe até na semifinal da Copa do Brasil.

  O EU E O NÓS

Se conseguir dar uma sequência de jogos ao time que entrou em campo contra o Cruzeiro no último domingo (4),  e se continuar contando com a crescente melhora apresentada nos setores de criação, e principalmente defensivo, que se apresentou bem mais consistente nos últimos jogos, e ainda, se conseguir recuperar seu camisa 9, ou então definir um outro que funcione no comando de ataque, o Galo tem tudo para encontrar a regularidade que lhe falta para deslanchar de vez no campeonato nacional e quem sabe até chegar ao titulo da Sulamericana? O caminho não é tão difícil.

Tenho visto muitos subestimando o Galo, e não consigo entender o porquê, talvez seja exatamente pela citada falta de regularidade, mas o time é bom e precisa apenas acertar alguns detalhes, mas é pouca, na minha opinião. Falta bem pouquinha coisa para que esse Galo alce vôos mais altos e cante mais forte na temporada.

Fonte
Foto de Bruno Cantini / Atletico
Fechar